IFF oferece vagas para professores para atuação na Rede e-Tec Brasil São ofertadas 13 vagas em diversas áreas

São ofertadas 13 vagas em diversas áreas

Fotos: SF Notícias

O Instituto Federal Fluminense divulgou as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado destinado à seleção de bolsistas professor formador, professor mediador a distância e apoio às atividades administrativas para atuação na Rede e-Tec Brasil/Bolsa Formação.

São ofertadas 13 vagas em diversas áreas, tais como: Medicina do Trabalho, Ergonomia e Higiene do Trabalho. No caso da vaga para apoio às atividades administrativas, o candidato pode ser de qualquer área desde que tenha o ensino médio completo. Os requisitos para cada função/área estão descritos no Anexo IV do Edital N.º 39, de 07 de março de 2018, que rege a seleção.

Os interessados deverão fazer a inscrição, gratuita, exclusivamente por e-mail, no período de 09 a 22 de março de 2018, mediante o envio do Formulário de Inscrição preenchido e assinado, conforme modelo definido no Anexo VII, juntamente com os documentos comprobatórios digitalizados, para o endereço inscricoes.ead@iff.edu.br, preenchendo o assunto com o texto “Processo seletivo Bolsa-Formação”.

A seleção será em etapa única, classificatória, composta por prova de títulos. Os aprovados serão remunerados por meio de bolsas, nos valores de R$ 18,00, R$ 20,00 ou R$ 80,00, por hora trabalhada, a depender da função exercida. A carga horária semanal de dedicação ao programa ficará limitada a 20 horas semanais, salvo a função de professor formador, que ficará limitada a 16 horas (de 60 minutos) semanais.

 O resultado final está previsto para ser divulgado no dia 04 de abril, e o início das atividades no dia 09 de abril de 2018. Os selecionados irão atuar no Centro de Referência do IFF, localizado em Campos-RJ.

 Todas as informações estão disponíveis em www.selecoes.iff.edu.br.

 Saiba Mais: Lançado em 2007, o sistema Rede e-Tec Brasil visa à oferta de educação profissional e tecnológica a distância e tem o propósito de ampliar e democratizar o acesso a cursos técnicos de nível médio, públicos e gratuitos, em regime de colaboração entre União, estados, Distrito Federal e municípios. Os cursos são ministrados por instituições públicas.


Mais do SFn