Imagens aéreas mostram inundações em Pádua após cheia do Rio Pomba Nível do rio se estabilizou e recuou seis centímetros nas últimas horas

Nível do rio se estabilizou e recuou seis centímetros nas últimas horas

Imagens registradas neste domingo (26) mostram diversas ruas inundadas em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense. As imagens (veja o vídeo abaixo) foram feitas pelo Felipe Sião, morador de Pádua, e cedidas ao SF Notícias. A cheia do Rio Pomba atingiu pelo menos seis bairros, além do Centro da cidade. Segundo o secretário de Defesa Civil do município, Otony Faria, desde às 11h da manhã deste domingo o nível do rio parou de subir e se estabilizou. De acordo com o sistema de alerta de cheias do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), o rio recuou seis centímetros nas últimas horas. A cota de transbordo na cidade é de 5 metros, e o rio atingiu a marca de 6.06 m. Nesse momento o nível está em 6m. (continua após o vídeo)

Ainda de acordo com o secretário, ruas dos bairros Aeroporto, Cidade Nova, Cehab, Beira Rio, Carvalho, Mirante e Centro estão inundadas. Parte do pátio do Hospital Municipal Hélio Montezano também foi inundada. Desde ontem os pacientes foram transferidos para os hospitais de Aperibé e Itaocara. Equipamentos também foram retirados e o hospital foi esvaziado. Desde ontem as equipes das secretarias de Defesa Civil e Obras, Departamento de Comunicação Social e Guarda Civil Municipal estão nas ruas da cidade auxiliando as famílias desalojadas a retirarem seus móveis e pertences. Devido às inundações, a Prefeitura interditou as avenidas Getúlio Vargas (Centro), Amilca Perlingeiro (bairro Tavares) e José Homem da Costa (Beira Rio), principais ruas da cidade. (continua após a foto/ imagem abaixo feita pela Mara Padovani)

Outro vídeo aéreo que circula nas redes sociais mostra várias ruas inundadas na cidade. As imagens (veja o vídeo abaixo) foram feitas pelo Saulinho Nascimento. Neste domingo o governador Wilson Witzel sobrevoou os municípios do Norte e Noroeste do estado. Em Porciúncula, Witzel anunciou a descentralização de recursos para auxiliar as prefeituras e evitar novas enchentes. O governador anunciou 23 milhões para os municípios. São R$ 10 milhões para a Defesa Civil e R$ 10 milhões para a Secretaria de Desenvolvimento Social. Outros R$ 3 milhões são para a área da saúde do município de Porciúncula com o objetivo de evitar a proliferação de doenças depois das chuvas. Mais cedo o SF Notícias mostrou que Porciúncula está enfrentando a pior enchente de sua história. Segundo a Defesa Civil, 90% do município foi inundado e uma pessoa morreu (reveja AQUI).

Mais do SFn