Impressionante e assustador! Moradores registram chuva com vendaval e granizo em São Fidélis Dezenas de árvores caíram (uma delas atingiu uma casa), moradores ficaram sem energia, casas foram destelhadas e parte de um muro desabou, assim como parte da grade de proteção da Ponte Metálica

Dezenas de árvores caíram (uma delas atingiu uma casa), moradores ficaram sem energia, casas foram destelhadas e parte de um muro desabou, assim como parte da grade de proteção da Ponte Metálica

Quase 48 horas após a chuva com fortes rajadas de vento e granizo ainda é possível encontrar os rastros de destruição em vários pontos de São Fidélis. Moradores, com celulares, registraram o momento em que a chuva atingiu o município. As imagens são impressionantes! Dezenas de árvores foram arrancadas ou derrubadas, placas de sinalização caíram e até um poste ficou entortado com a força do vento. Três outdoors foram derrubados, sendo que um deles, na ‘boca’ da ponte nova, ficou totalmente retorcido. Por toda a cidade houve registro de quedas de árvores e de fios de alta tensão, o que provocou a suspensão no fornecimento de energia. Ainda há bairros sem energia elétrica nesta segunda-feira (25).  (continua após  vídeo)

Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros ainda estão atendendo as ocorrências. Os militares do Destacamento 2/5 aturaram na RJ-158 (nos dois trechos que cortam a cidade) e na RJ-192. Nessa última, um motorista que passava pela estrada disse que parecia que um furacão tinha passado pela rodovia (veja o vídeo abaixo). Só no trecho entre Cambiasca e Ponto de Pergunta, o Corpo de Bombeiros de Itaocara retirou 15 árvores. O Corpo de Bombeiros de São Fidélis, que atuou no trecho entre Cambiasca e Dois Rios, ainda não divulgou o número de árvores retiradas. A chuva com fortes rajadas de vento também atingiu o distrito de Cambiasca. Telhas e tampas de caixas d’água foram carregadas, e várias árvores caíram (reveja o vídeo AQUI). Já na localidade de Valão de Areia, moradores ficaram assustados com a força do vento. “O temporal deixou casas destelhadas e a velocidade do vento foi devastadora, arrancando ate árvores de eucalipto de 30 anos”, disse um morador de Valão de Areia. (continua após o vídeo)

No perímetro urbano, diversas casas ficam destelhadas. Só na Ipuca, a Defesa Civil contabilizou 12 casas destelhadas. Telhas de um hotel no Centro da cidade também foram levadas. Na Vila dos Coroados, na Rua Vitorino Alves da Silvam duas árvores caíram, sendo que uma delas, atingiu uma residência (foto). “Graças a Deus não feriu ninguém. Molhou um pouco a minha cama. A tampa da minha caixa d’água sumiu”, disse a moradora do imóvel ao SF Notícias. Outras árvores também caíram no bairro, sendo uma delas, na capela de Nossa Senhora de Fátima. A força do vento também provocou danos na estação de televisão do município, e muitos moradores estão sem o sinal de alguns canais. Na Rua João Batista Maia, ainda na Vila dos Coroados, também houve queda de árvore. No Morro da Pedreira, parte de um muro desabou. Até o momento, não há registro de desabrigados ou desalojados. Na Ponte Metálica, parte da grade de proteção de uma das passarelas para pedestres desabou (reveja o vídeo AQUI). Veja abaixo outras imagens feitas por nossa equipe, pela Defesa Civil e por moradores.

Mais do SFn