sexta-feira , 2 dezembro 2016
COOPERATIVA 3

Indústrias do Noroeste operam com pouco mais da metade da capacidade

cooperativa itaocara 5
Fotos: SFnotícias

As indústrias do Noroeste Fluminense registraram queda da atividade produtiva em dezembro de 2015, revela a Sondagem Industrial realizada pelo Sistema FIRJAN. De acordo com a pesquisa, o indicador volume de produção atingiu 42,6 pontos. A indústria trabalhou com apenas 58% de sua capacidade, resultado 4,7 pontos percentuais abaixo da média histórica da região.

A sondagem varia de zero a cem pontos. Os valores abaixo de 50 indicam piora ou redução e acima de 50 representam melhora ou aumento. Os empresários apontaram ainda que houve redução dos postos de trabalho (44,0)

A situação financeira das empresas também piorou e atingiu 35 pontos. Segundo a sondagem, a margem de lucro foi outro indicador que apresentou queda ( 30,7) e os empresários apontaram ter encontrado mais dificuldade no acesso ao crédito no período ( 27,7).

Para o primeiro semestre 2016, os empresários esperam um novo recuo na atividade produtiva. A expectativa é de queda na demanda por produtos industriais no mercado ( 45,3) e na compra de matéria prima (42,9). O número de empregados também deve cair ( 41,7). Os industriais se mostraram otimistas em relação às exportações e esperam aumento na atividade ( 62,5) nos primeiros meses deste ano, já que disseram acreditar que desvalorização do real irá favorecer a venda de produtos para o exterior.

Participaram da Sondagem Industrial empresas dos 13 municípios atendidos pela Representação Regional FIRJAN/CIRJ Noroeste Fluminense: Aperibé, Bom Jesus do Itabapoana, Cambuci, Italva, Itaocara, Itaperuna, Laje do Muriaé, Miracema, Natividade, Porciúncula, Santo Antônio de Pádua, São José de Ubá e Varre-Sai.

Fonte: Firjan

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *