segunda-feira , 5 dezembro 2016
seca novo 7 jpg

Inseminação artificial melhora qualidade do gado em Italva

gado seca
Fotos: SFnoticias

Para garantir o melhoramento genético do rebanho fluminense e aprimorar seu potencial leiteiro, o programa Rio Rural, a Emater-Rio e a Pesagro estão incentivando a inseminação artificial do gado. As empresas vinculadas à Secretaria de Agricultura e Pecuária também trabalham para assegurar a sanidade e alimentação de qualidade para os animais.

Cerca de mil doses de sêmen foram distribuídas para onze criadores em Italva. Produtores de cinco microbacias foram selecionados para receber o material genético, adquirido pelo Rio Rural.

“Para a distribuição, levamos em consideração aqueles que têm perfil multiplicador. A ideia é incentivar outros produtores a adotarem essa técnica” disse Carlos Marconi, supervisor local da Emater-Rio.

O programa também custeou a compra dos botijões de nitrogênio líquido, nos quais as doses de sêmen são armazenadas a 400 graus negativos. Os recipientes estão sob a responsabilidade dos Comitês Gestores de Microbacias (Cogems), que, junto com os técnicos do Rio Rural, controlarão o número de doses a serem recebidas pelos produtores que, no próximo mês, deverão fazer um curso específico de inseminação artificial no gado.

O pecuarista Ezio Garcia começou a fazer inseminação em seu rebanho há quase 20 anos. “Diariamente, as vacas não davam mais do que três litros. Depois de cinco anos, com o melhoramento genético, cada animal atingiu a cota de 15 litros ao dia” afirmou Ezio.

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *