Institutos alertam para risco de fortes chuvas em S.Fidélis, Itaocara, Pádua, Cordeiro, Friburgo e região Ao final do dia haverá condição para acumulados expressivos que, em alguns municípios, poderá ser superior a 100 mm

Ao final do dia haverá condição para acumulados expressivos que, em alguns municípios, poderá ser superior a 100 mm

A Defesa Civil Nacional, em conjunto com Órgãos do Governo Federal, mantém vigente o alerta para chuvas intensas e altos acumulados de precipitação para as áreas do Sudeste e Centro-Oeste do país, que deverão se prolongar até o final de semana, com pico de chuva esperado para esta sexta-feira (24). O Alerta mostra grande convergência de umidade devido ao alinhamento do escoamento próximo a superfície, favorecido por uma depressão tropical que potencialmente tem grande chance de se tornar um ciclone subtropical no oceano. O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu dois alertas para o Norte e Noroeste Fluminense válidos nesta sexta. O aviso é para chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, além de ventos intensos (60-100 km/h). Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos, descargas elétricas, enxurradas, deslizamentos de solo e inundações.

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) também emitiu alertas para o estado do Rio. Nos municípios de São Fidélis, Campos, Cardoso Moreira, São Francisco de Itabapoana, Italva, Itaperuna, Itaocara, Aperibé, Miracema, Santo Antônio de Pádua e região, o risco de chuvas de moderada a forte intensidade e frequentes ao longo do dia é alto. Ao final do dia haverá condição para acumulados expressivos que, em alguns municípios, poderá ser superior a 100 mm. Já em Cordeiro, Cantagalo, Macuco, São Sebastião do Alto, Santa Maria Madalena, Bom Jardim, Nova Friburgo e demais cidades serranas, o risco é moderado para chuvas generalizadas e de moderada a forte intensidade.

Mais do SFn