terça-feira , 21 novembro 2017

Intensa fumaça de queimadas encobre São Fidélis e moradores relatam dificuldade para respirar Os perigos de inalar fumaça de incêndio variam desde queimaduras nas vias aéreas como o desenvolvimento de doenças respiratórias

Os perigos de inalar fumaça de incêndio variam desde queimaduras nas vias aéreas como o desenvolvimento de doenças respiratórias

Fotos: SF Notícias

Desde ontem (20/10) uma intensa fumaça provocada por incêndios – muitos deles originados por produtores que usam o fogo para limpar seus terrenos – encobre São Fidélis. A situação se agravou durante a madrugada. Nas redes sociais moradores relataram dificuldades para respirar. Muitos não conseguiram dormir.

“Estou com um pano molhado no nariz! Muito sacanagem!”, disse uma leitora em nossa página no facebook.

Outra leitora disse estar se sentido sufocado. “Estou sufocada. Os meus quatro ventiladores estão todos ligados. Tá difícil! Estou com um pano molhado no nariz. A muito tempo não dou crise de asma e hoje estou começando a dar, pois a fumaça tá demais”, disse outra leitora.

“Eu não tô aguentando! Aqui tá um fedor só de fumaça. Estou com olhos ardendo, dor de cabeça. Dia todo isso. Meu Deus! Temos q orar muito pedir para o Senhor mandar chuva pra nós”, postou uma moradora da cidade. A fumaça parecia até neblina.

continua após a foto

Ainda não se sabe de onde a fumaça está vindo, mas vários focos de incêndios estão consumindo áreas de vegetação ao redor do município. Neste sábado, equipes do Corpo de Bombeiros foram acionados para mais um foco, dessa vez, na localidade da Graminha. A fumaça que encobre São Fidélis também já chegou em alguns distritos como Pureza e Colônia. De acordo com o Hospital Armando Vidal, ainda não houve um aumento de atendimentos por problemas respiratórios devido à fumaça.

A fumaça originada da combustão pode causar morte ou graves lesões por 3 mecanismos básicos: injúria do trato respiratório pelo calor do ar respirado, asfixia por falta de oxigênio e irritação direta da árvore pulmonar pelas substâncias químicas inaladas. Os perigos de inalar fumaça de incêndio variam desde queimaduras nas vias aéreas como o desenvolvimento de doenças respiratórias como bronquiolite e pneumonia até 5 dias depois a inalação.

Dependendo da quantidade de fumaça que foi inalada a pessoa pode evoluir de intoxicação respiratória para morte em 2 a 5 minutos. Entretanto, as pessoas que inalaram uma quantidade menor de fumaça ainda podem sofrer suas consequências por até 3 semanas desenvolvendo infecções respiratórias.


Mais do SFn