segunda-feira , 5 dezembro 2016
4

Internos provovam incêndio em unidade do Degase entre São Fidélis e Campos

2
Fotos: Divulgação.

Um grupo de internos do Centro de Socioeducação Professora Marlene Henrique Alves incendiou um colchão de uma das celas durante um princípio de rebelião noite deste sábado (20.08). O caso aconteceu por volta das 20h. A unidade do Degase fica situada entre São Fidélis e Campos.

De acordo com os menores infratores, o ato seria uma reivindicação de serem transferidos para uma unidade da no Rio de Janeiro. Já para os agentes da unidade, a motivação seria uma tentativa de fuga.

O distúrbio começou na ala B do módulo 3. Dentro da cela com capacidade para três internos, haviam dez menores infratores, que quebraram a proteção em plástico acrílico da luminária da cela, provocaram um curto circuito na fiação da lâmpada e, com as faíscas provocadas, conseguiram incendiar um colchão. Em seguida, o colchão foi jogado para fora da cela, assim como outros objetos.  Os internos também chutaram as portas de diversas celas da mesma ala.

1Os agentes de segurança do Degase precisaram de um galão de 20 litros de água para conter o fogo, que já se alastrava. Não havia extintores de incêndio suficientes para apagar as chamas.

Alguns menores foram encaminhados para o setor de enfermagem da própria unidade, que realizou o atendimento inicial. Nenhum servidor ou interno ficou ferido com a necessidade de ser encaminhado para o hospital. Dois internos assumiram a autoria do incêndio.

Os responsáveis foram conduzidos para a 136ª Delegacia Policial, no Centro de Campos, onde o caso foi registrado. Eles foram autuados por ato infracional análogo a danos ao patrimônio público. A Polícia Civil esteve na unidade do DEGASE para periciar a ala onde ocorreu o incêndio.

1

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *