Jovens de São Fidélis se unem e criam banda católica; eles já tocaram em várias missas e outros eventos Um dos objetivos da banda é mostrar a juventude que ser cristão não é "uma chatice", mas sim poder dançar, louvar, rir e adorar, tudo em busca da santidade

Um dos objetivos da banda é mostrar a juventude que ser cristão não é "uma chatice", mas sim poder dançar, louvar, rir e adorar, tudo em busca da santidade

Fotos: Divulgação

A cada dia, o município de São Fidélis, no Norte Fluminense, revela novos talentos, seja na arte, na literatura, no esporte e também na música. Há cerca de três meses, um grupo de jovens da Igreja Matriz, com idades entre 17 e 24 anos, se uniu e formou uma banda católica, que vem se apresentando em eventos fora da cidade e em capelas/igrejas do município. Membros da Paróquia de São Fidélis desde muito novos, eles já fazem parte de dois grupos, Sentinelas e EAC. Mas, decidiram juntar o talento para a música e amor por Deus. A ideia de montar a banda surgiu em uma conversa entre os jovens, o nome sugerido foi “Ministério Filhos De Maria”. O Rômulo Cordeiro toca violão e canta, a Kamilly toca pandeiro e também canta. Há ainda outros quatro vocalistas, a Maria Eduarda, a Talita, o Rhuan, que também toca pandeiro. O Victor toca violão, o Luciano fica no Cajon e o Álvaro na bateria. (Continua após a publicidade)

“Os padres João Paulo e Maxwell deram a bênção e começamos com tudo. A gente nunca tinha pensado em tocar juntos antes. Fizemos participações duas vezes em Campos em dois encontros, pelo Dia Nacional da Juventude e Dia Temático da juventude” – conta Kamilly. Já segundo Rhuan, o principal objetivo “é mostrar a juventude que ser cristão não é aquela chatice que eles pensam, e sim poder dançar, louvar, rir, adorar, tudo em busca da santidade”. Kamilly afirma ainda que um dos propósitos da banda é mostrar que existem jovens adoradores e evangelizadores motivados a ajudar outros jovens a dar um novo sentido as suas vidas. Nos dias 28 e 29 eles já têm compromissos de se apresentar em uma missa no bairro Jonas de Almeida e Silva (Chatuba), no Cristo Rei (10h do dia 29) e na Matriz (19h).

A banda também conta com empresária e fotógrafa, a Cynthia; com a Mariana, responsável pelas redes sociais; com o Gilmar e com a Andreia (parte empresarial e intercessão). Nos louvores, eles costumam tocar músicas dos cantores Diego Fernandes, Cosme e do grupo Adoração e Vida, mas, segundo Rhuan, o repertório também conta com canções de Padre Marcelo Rossi, Eliana Ribeiro, Padre Fábio de Melo, e outros nomes da música católica. Um dos objetivos do grupo para 2020 é reunir cada vez mais jovens para louvar, e quem sabe, ganhar novos integrantes.

Mais do SFn