Laelia-fidelensis

Laelia Fidelensis: A orquídea de origem fidelense

laelia
Fotos: Matheus Almeida.

Em meio às belezas naturais de São Fidélis, uma planta até então desconhecida no restante do mundo. No ano de 1940, o fidelense Julio Sodré escalava uma serra da cidade, quando encontrou uma planta semelhante a uma Laélia. No entanto, a forma como a planta floresceu, bem diferenciada em relação às outras, surpreendeu os colecionadores de orquídeas, que foram pesquisar e descobriram que se tratava de uma espécie nova, a Laelia Fidelensis, que tem as montanhas de São Fidélis como habitat natural.

Hoje em dia, a rara orquídea pode ser encontrada no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, no Orquidário Binot, em Petrópolis, e na casa de Bernadino Sodré, filho de Julio, que faleceu no ano seguinte à sua descoberta. Sua nota de falecimento foi publicada em vários jornais de Niterói, cidade onde a divulgação da nova orquídea foi grande. O SF Notícias procurou Bernadino, que contou detalhes sobre a descoberta de seu pai, de quem relata não lembrar por ser muito novo na data da morte. Apesar disso, adquiriu de herança o amor pelos animais e pelas plantas, um dos motivos para guardar com carinho a raridade.

orquídea bernadinoColecionador de orquídeas, Bernadino tem aproximadamente 200 espécies, contando com a Laelia Fidelensis, que dá flores entre outubro e janeiro. O tratamento com ela é tão especial que o fidelense não faz e nem pretende fazer mudas para colocar à venda, ao contrário de alguns responsáveis pelo Orquidário Binot, que comercializaram milhares de mudas para o exterior. Uma lamentação citada é a da falta de reconhecimento em torno da planta na cidade de origem.

– Ela é conhecida no mundo inteiro, mas na terra onde foi descoberta quase ninguém conhece. Não sei se é ignorância, ou se falta divulgação. Mas devia existir pelo menos uma rua com o nome dela em São Fidélis. – disse.

Nos guardados de Bernadino, estão alguns exemplares de jornais e revistas com a histórias e relatos sobre o pai. Entre eles, uma publicação em especial: a da revista canadense ‘Orchid Digest’, publicada em 1977 com a versão completa em inglês, contando a história da Laelia Fidelensis e do homem que a descobriu. A matéria foi assinada por J. A. Fowlie, que procurou divulgar a origem da planta que se tornou bastante conhecida no Canadá.

SFn