sábado , 10 dezembro 2016
capa

Linda de morrer

g_linda-de-morrer-gloria-pires-credito-paprica-fotografia0
Fotos: Reprodução.

A Dica de cinema dessa semana é o filme nacional: “Linda de Morrer”, estrelado por Gloria Pires. A história leve e divertida conta o que aconteceu com a cirurgiã plástica Paula (Glória Pires) que aplica em si mesma uma fórmula experimental para eliminar celulites e morre. Com a ajuda de um amigo psicólogo/médium, ela volta à Terra e tenta evitar que a gananciosa sócia coloque o nocivo produto no mercado.

Leve, divertido e na medida certa, o longa conta ainda com Suzana Vieira, uma espécie de guia espiritual que ajuda Paula a resolver sua última pendência na terra antes de fazer a passagem. Com tanto “global” no elenco, a decisão de entregar papéis de destaque a dois atores não (tão) conhecidos também se revela interessante – pelo caráter “sangue novo”, como foi o caso de Emilio Dantas e Antonia Moraes. A maior referência de Emílio é seu papel como Cazuza no teatro, o que, claro, só uma parcela relativamente pequena da população teve chances de assistir, e o ator se sai bem como o atrapalhado personagem. Já Antonia parece não ter tido muito trabalho em compor o seu papel, afinal, vive uma menina típica da Zona Sul (ou Barra) carioca – ou seja, bem-nascida –, hippie-chique e bem-intencionada na vida.

Linda-de-Morrer-Antonia-Morais-e-Emilio-Dantas-Credito-Paprica-Fotografia_0-1Elogiar Gloria Pires pode ser chover no molhado, mas anos de experiência contam para (qualquer) carreira (ou, pelo menos, deveriam). Ela carrega o filme, expansiva, histriônica, do jeito que o personagem pede.

Não deixem de conferir, Linda de Morrer é uma boa pedida pra quem quer simplesmente se divertir e rir por alguns minutos.

Veja Também:

SFn