segunda-feira , 5 dezembro 2016

Linha com cerol corta pescoço de ciclista em Itaperuna

pescoco
Foto: Blog do Adilson Ribeiro.

Uma ciclista teve o pescoço cortado por uma linha de cerol na última quinta-feira (16.07), em Itaperuna. Adriana Maria Leão estava voltando de seu trabalho quando, ao passar por uma avenida entre o bairro Aeroporto e o Centro, foi surpreendida pela linha, que estava esticada no meio do asfalto. Segundo a vítima, não haviam crianças no local.

– Levei o maior susto. […] Tinha um carro de polícia parado lá perto. Quando eu consegui parar, voltei e falei pra eles. Eles disseram que tinham visto a linha, mas não tomaram nenhuma providência para tirar, esperaram acontecer o acidente. – disse Adriana, que foi atendida numa Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e levou três pontos no pescoço.

O cerol é feito de uma mistura de cola com vidro moído e, geralmente, é passado em linhas de pipa. O uso da mistura é proibido pela lei 7189/86, que prevê apreensão do material e multa. Expor a vida ou a saúde dos outros ao perigo iminente é crime previsto pelo artigo 132 do Código Penal Brasileiro. O acusado de machucar alguém com linha de cerol pode ser enquadrado no artigo 129 (ofender a integridade corporal de outrem), podendo sofrer pena de três meses a um ano de prisão. Em caso de menor de idade, os pais ou responsáveis respondem no lugar dele perante a Justiça.

SFn