segunda-feira , 17 fevereiro 2020

Lobo-guará ferido é resgatado próximo à Estação Ecológica de Guaxindiba Em 2019, dois lobos foram flagrados no município de Miracema, sendo que um estava fugindo de um incêndio; Em Cantagalo uma fêmea morreu após ser resgatada ferida e debilitada

Em 2019, dois lobos foram flagrados no município de Miracema, sendo que um estava fugindo de um incêndio; Em Cantagalo uma fêmea morreu após ser resgatada ferida e debilitada

Fotos: Divulgação

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil (Sema) de São Francisco de Itabapoana e a Estação Ecológica Estadual de Guaxindiba (EEEG), resgataram na última terça-feira (04/02) um lobo-guará. O animal estava com um ferimento em uma de suas patas e caído em uma estrada, nas proximidades da EEEG. ​Ao ser acionada, a equipe do órgão estadual resgatou o lobo, recebendo o apoio da Sema para transportar o lobo até a Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf), em Campos dos Goytacazes. A espécie é ameaçada de extinção. A gestora da EEEG, Vânia Coelho, informou que ainda não se sabe a origem do ferimento, mas que todas as medidas foram feitas para tentar salvar o animal. (Continua após a publicidade)

​A secretária de Meio Ambiente, Luciana Soffiati, disse que devido à caça predatória e a destruição progressiva do habitat natural de alguns animais, muitos acabam sendo mortos, inclusive, enquanto fazem travessias nas estradas para buscar alimentos. No ano passado, dois animais da mesma espécie foram flagrados em Miracema. O primeiro caso ocorreu no dia 8 de outubro, quando um lobo-guará foi filmado correndo pela Travessa Jamil Cardoso, no Centro da cidade. A Defesa Civil afirmou na ocasião que ele devia estar fugindo de uma área de queimada. (reveja AQUI) Já no dia 25 daquele mês, um animal da mesma espécie foi flagrado pela Defesa Civil fugindo de um incêndio que atingiu a Fazenda Sayonara. O animal não aparentava ser o mesmo filmado no Centro da cidade, já que tinha pelos mais claros e parecia ser menor. (Leia AQUI)

Já na Região Serrana, em novembro de 2019, uma fêmea de lobo-guará foi encontrada debilitada e com um grave ferimento no ouvido, no município de Cantagalo. O animal foi encontrado caído às margens da rodovia próximo ao Trevo da Aldeia e resgatado pelo Corpo de Bombeiros, que encaminhou o lobo para a veterinária Drª. Josiane Leitão Abreu. Após quase uma semana internada, entretanto, o animal morreu por conta de uma grave anemia. A veterinária ressaltou naquele mês que as queimadas estão prejudicando a fauna, fazendo com que os animais se machuquem, fiquem debilitados e procurem abrigo e alimento na área urbana. (Veja AQUI)

Mais do SFn