quarta-feira , 19 junho 2019

Macaé registra mais de 200 milímetros e acumula maior volume de chuvas no Estado Diversas ruas ficaram debaixo d’água. Algumas ainda estão alagadas nesta segunda (20)

Diversas ruas ficaram debaixo d’água. Algumas ainda estão alagadas nesta segunda (20)

Com 205, 8 milímetros registrados entre a sexta-feira (17) e o domingo (19), Macaé foi a cidade que acumulou o maior volume de águas das chuvas na Estado do Rio de Janeiro.

Os dados, indicados pelos sistemas de medição pluviométrica foram registrados pela Defesa Civil, que coordenou as ações de assistência à população, através do Gabinete de Crise.

De acordo com os dados, Cabo Frio registrou no período 176 milímetros, Rio Claro 171,4 milímetros, Saquarema 164,6 milímetros e Barra Mansa 143 milímetros.

Nesta segunda-feira (20/05), a prefeitura mantém ações em diversos pontos da cidade, com objetivo de efetuar a limpeza e desobstrução de vias, além de reparos de galerias e pavimentos. Os sistemas de esgotamento sanitário também recebem intervenções.

Na Serra, as margens das estradas de acesso aos distritos e localidades estão sendo limpas. Canaletas são abertas na margem das vias, para garantir o escoamento de águas. Permanecem com retenções a Rua Vitória Régia (Aroeira), em função do transbordo do Canal do Capote, e na Avenida Amphilóphio Trindade, devido o nível elevado das águas das chuvas. A previsão é que as vias sejam liberadas ainda nesta segunda.

No final de semana, diversas ruas da cidade ficaram debaixo d’água. Macaé. Nas redes sociais moradores relataram alagamentos nos bairros Aroeira, Centro, Novo Cavaleiros, Novo Horizonte, Miramar, Parque Aeroporto e outros. Eles afirmaram que em alguns pontos era impossível transitar.

Segundo a Prefeitura, profissionais e alunos da rede municipal de educação foram removidos de três escolas na sexta-feira.  A operação foi acompanhada pela equipe da secretaria municipal de Desenvolvimento Social. Aulas foram suspensas na parte da tarde e da noite de sexta. Até o momento, não há registro de desabrigados.


Mais do SFn