segunda-feira , 20 janeiro 2020

Mais de 2.800 eleitores, que não fizeram a biometria, têm os títulos cancelados em S. Fidélis Veja a lista com os nomes dos eleitores que tiveram o título cancelado, e veja o que você precisa fazer para regularizar o título

Veja a lista com os nomes dos eleitores que tiveram o título cancelado, e veja o que você precisa fazer para regularizar o título

Foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro a lista de eleitores que tiveram os títulos cancelados em São Fidélis, por não terem realizado o cadastramento biométrico obrigatório. O cadastramento passou a ser oficialmente obrigatório no município no dia 17 de junho do ano passado. O prazo para os eleitores comparecerem ao Cartório Eleitoral terminou no dia 1º de dezembro e, ao todo, 2.816 não fizeram a biometria. O Dr. Otávio Mauro Nobre, Juiz da 35ª Zona Eleitoral da cidade, proferiu sentença no processo de revisão de eleitorado, determinando o cancelamento das 2.816 inscrições de eleitores que não compareceram. A sentença foi publicada no Diário da Justiça eletrônico do TRE-RJ. Confira AQUI a lista com os nomes dos eleitores que tiveram o título cancelado.

Você que ainda não fez a biometria e quer regularizar a sua situação, deve procurar o Cartório Eleitoral da cidade ou o mais próximo de onde estiver. Para que não fiquem sem votar nas eleições municipais desse ano, impedidos de receber benefícios sociais, como o Bolsa Família, de obter passaporte, de ser empossado em cargo público ou de renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo, entre outros impedimentos, os eleitores devem regularizar a situação até o dia 05 de maio, data de fechamento do cadastro por ser ano eleitoral. Caso tenha deixado de votar em algum pleito, o eleitor deve pagar multa por cada turno que não tenha votado, já que as mesmas só foram suspensas em São Fidélis durante o período do cadastramento biométrico. Ao comparecer ao Cartório, o eleitor deve levar o título de eleitor; documento oficial de identificação com foto; CPF e um comprovante de residência mais recente. A 35ª Zona Eleitoral funciona no prédio do Fórum Francisco Polycarpo, na Praça da Justiça, Centro.

 

Mais do SFn