quarta-feira , 20 novembro 2019

Mais de 450 raios foram registrados em S. Fidélis, Pádua, Itaocara, Cordeiro e Friburgo nos primeiros dias do ano Dados são do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do INPE; Confira o registro de raios em outras cidades:

Dados são do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do INPE; Confira o registro de raios em outras cidades:

Foto: SF Notícias

Calor intenso ao longo do dia e fortes pancadas de chuva no final da tarde são algumas características climáticas do verão no Sudeste. Mas, essas tempestades registradas durante a estação, apesar de ajudarem a aliviar o calorão, trazem preocupação, pois aumentam a incidência de raios.

Nos primeiros dias de 2019, municípios da região registraram temporais. Em alguns a chuva veio forte, em outros nuvens carregadas se formaram, acompanhadas de ventania, trovões e dos temidos raios.

Em apenas cinco dias (de 01/01 a 05/01) foram registrados mais de 870 raios para o solo em cidades do Norte, Noroeste e Serra do RJ, segundo dados do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do INPE.

Foto Ilustrativa

Nova Friburgo lidera o ranking com registro de 360 raios para o solo. Em seguida vem Cardoso Moreira, com 200. Itaperuna teve 90 raios enquanto a vizinha Italva teve 50. São Fidélis vem em seguida com registro de 40 raios. Macuco teve 32 e os municípios vizinhos de Cantagalo e Cordeiro 20 cada. Em Santo Antônio de Pádua foram 19 raios para o solo e em Itaocara, 15. Santa Maria Madalena teve 10, seguida de Miracema com 9 e São Sebastião do Alto com 7. Já Aperibé não caiu nenhum raio.

Ainda segundo o ELAT, neste verão a incidência de raios em todo o país será marcada pelos efeitos do fenômeno climático El-Niño. As previsões indicam que a instensidade do fenômeno vai provocar o aumento na incidência de raios na região Sudeste, em torno de 20% a 30%.

Mais do SFn