domingo , 11 dezembro 2016
ÁGUAS CEDAE 1

Mais um município fica sem água após rompimento de barragem no Paraíba do Sul

vazamneto em barragem
Foto: divulgação Cetesb

Mesmo após o vazamento ter sido contido na tarde de sábado, os rejeitos de mineração de areia que vazaram de uma barragem continuam afetando municípios no interior de São Paulo.

Após São José dos Campos, onde aproximadamente 500 mil pessoas ficaram se água por dois dias, o município de Pindamonhangaba suspendeu o abastecimento de água nesta terça-feira (09/02). A informação foi divulgada pela TV Vanguarda.

De acordo com a Sabesp, empresa responsável pelo fornecimento de água no estado de São Paulo, o serviço precisou ser interrompido, pois a água que é captada para abastecer o município, foi atingida pelo rejeito de mineração de areia. Não há previsão para que seja normalizado o abastecimento, e a falta de água afeta aproximadamente 160 mil pessoas na cidade.

barragem paraíba
Foto: Tv Vanguarda

O rompimento da barragem que fica às margens do Rio Paraíba do Sul, aconteceu na manhã da última sexta-feira (05) no município de Jacareí. Em seu site oficial, a Agência Ambiental de São Paulo (Cetesb) informou que o acidente foi causado pela mineradora Rolando Comércio de Areia, que fazia extração em uma cava de areia.

A mineradora depositava irregularmente os rejeitos na lagoa da Mineração Meia Lua 1, que pertence outra empresa que está com as atividades paralisadas, aguardando a renovação da licença ambiental.

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *