sexta-feira , 22 setembro 2017

Mais uma criança é atacada por macaco em Cordeiro Segundo os moradores, esse teria sido o terceiro ataque, sendo o segundo em criança

Segundo os moradores, esse teria sido o terceiro ataque, sendo o segundo em criança

Foto: leitor

Mais uma criança ficou ferida ao ser atacada por um macaco no município de Cordeiro. O novo ataque aconteceu na tarde desta terça-feira (27/12) próximo a Mata do Posto. A menina de 5 anos, estava brincando a piscina no quintal de sua residência quando foi atacada pelo macaco da espécie Bugio.

Ela foi socorrida pelos familiares com ferimentos graves na cabeça e levada para o Hospital Antônio Castro, onde permanece internada na enfermaria. A unidade não divulgou seu estado de saúde.

Segundo moradores, esse teria sido o terceiro ataque registrado no município, sendo o segundo em criança. No último dia 11, um menino de oito anos ficou gravemente ferido ao ser atacado pelo primata. Ele estava com sua irmã de seis anos e sua mãe fazendo um piquenique no local conhecido como mata do posto.

Segundo familiares do menino, o macaco estava em cima de uma árvore, e em questão de segundos, o animal teria descido e mordido o menino. A criança teve ferimentos na cabeça e em uma das mãos, e foi preciso levar cerca de 40 pontos. Reveja a matéria AQUI.

Macaco será retirado da mata 

Foto: Parque Estadual do Desengano

Biólogos do Instituto Estadual do Meio Ambiente (Inea) e equipes do Parque Estadual do Desengano estiveram na tarde de ontem em Cordeiro para monitorar e registrar o grupo de macacos Bugio. Eles registraram o ataque de ontem e decidiram fazer a captura do animal e a remoção dele para outra região, provavelmente para o Parque Estadual do Desengano. Ainda não foi decidido o dia da remoção do animal.

A espécie que atacou as crianças é do gênero Alouatta, conhecido como Bugio, Guariba ou Barbado. Uma espécie tranquila e que segundo os biólogos, não ataca voluntariamente. Os bugios fazem parte da subfamília monotípica Alouattinae, e gênero Alouatta. Em alguns grupos de WhatsApp, moradores afirmaram que o macaco está com filhotes.


Mais do SFn

SFn