Mergulhador morre em plataforma da Bacia de Campos Segundo sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro NF), ele teria  jantado e fez um mergulho aproximadamente à meia-noite. Ao retornar, relatou que estava se sentindo mal e acabou desmaiando

Segundo sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro NF), ele teria  jantado e fez um mergulho aproximadamente à meia-noite. Ao retornar, relatou que estava se sentindo mal e acabou desmaiando

Um mergulhador, identificado como Graziano Elvys Silva, de 41 anos, morreu após fazer um mergulho na madrugada desta quinta-feira (09/01) no Campo de Marlim, na Bacia de Campos. Segundo sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro NF), ele teria  jantado por volta das 19h e fez um mergulho aproximadamente à meia-noite. Ao retornar, Graziano relatou que estava se sentindo mal e acabou desmaiando. Ele foi socorrido, inclusive com massagem cardíaca e desfibrilador, mas acabou morrendo. (continua após a publicidade)

Graziano, que seria de Carangola e estaria morando em Rio das Ostras, trabalhava para a empresa Sistac Sistemas de Acesso S.A. Ele estava no barco Pardela, e fazia serviço na P-33. A Petrobras informou que vai instaurar uma comissão de investigação para apurar as causas da ocorrência e que ela e a empresa a Sistac comunicaram a ocorrência aos órgãos competentes e estão prestando todo apoio à família do profissional. O Sindipetro NF informou ainda que presta solidariedade a família e que participará da Comissão de Investigação do Acidente.  (continua após a publicidade)

Já a  Sistac – Sistemas de Acesso S.A. informou que lamenta o ocorrido. Segundo a empresa, durante operação de mergulho, o colaborador sentiu-se mal e, sob acompanhamento do Supervisor de Mergulho, suspendeu suas atividades e retornou à embarcação. Conforme procedimentos adotados em situações desta natureza, o colaborador foi encaminhado para atendimento médico a bordo da embarcação de mergulho e, posteriormente, transferido para a unidade de produção, porém, infelizmente, o seu quadro se agravou com a perda dos seus sinais vitais, sendo constatado o óbito no início da madrugada. A empresa disse ainda que está prestando toda a assistência à família do trabalhador e acompanhará as investigações para a identificação da causa da morte

Mais do SFn