quinta-feira , 27 fevereiro 2020

Milhares de peixes são encontrados mortos na praia de Lagoa Doce, em São Francisco Suspeita é de que, com a cheia do Rio Itabapoana, peixes tenham migrado para o mar, e as mortes seriam devido ao choque da água doce com a salina

Suspeita é de que, com a cheia do Rio Itabapoana, peixes tenham migrado para o mar, e as mortes seriam devido ao choque da água doce com a salina

Fotos: Divulgação

Milhares de peixes foram encontrados mortos no primeiro dia de 2020, na praia de Lagoa Doce, em São Francisco de Itabapoana, Norte Fluminense. Quem visitava o local, muito procurado para banho por ter águas mais calmas, foi surpreendido pela grande quantidade de peixes, a maioria de pequeno porte ou filhotes, que seriam da espécie Sairu, em um trecho de cerca de três quilômetros da faixa de areia. De acordo com a secretária de meio ambiente, Luciana Sofiatti, a suspeita é que, com a cheia do Rio Itabapoana, que fica próximo praia, os peixes tenham migrado para o mar e o choque da água doce com a salgada teria provocado as mortes. (Continua após a publicidade)

Nesta sexta-feira (03/01), técnicos do Instituto Estadual do meio Ambiente (Inea) iam ao local para coletar amostras para análise. De acordo com moradores, peixes também foram encontrados mortos nas praias de Guriri, Pontal, até Barra. Equipes da Secretaria de Obras e Serviços Públicos do município já começaram a limpar os trechos onde os peixes foram encontrados.

Mais do SFn