segunda-feira , 5 dezembro 2016
barragem rompida

Mineradora é multada após rompimento de barragem no Rio Paraíba do Sul

vazamneto em barragem
Fotos: Lucas Lacaz Ruiz – Futura Press / TV Vanguarda

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) multou em R$ 1 milhão a mineradora Meia Lua, responsável pela barragem de mineração de areira, e que mesmo licença, recebia os resíduos da operação de uma mineradora vizinha, a Rolando Comércio de Areia. A Rolando, também foi multada em R$ 5 milhões pelo dano ambiental.

O acidente aconteceu no último dia 05 no município de Jacareí (SP). Com o rompimento da barragem, rejeitos de mineração de areia foram lançados no Rio Paraíba do Sul, deixando duas cidades sem abastecimento de água por dois dias. Os resíduos causaram poluição hídrica, com alteração na turbidez da água e paralisação na captação em São José dos Campos, Pinda e Aparecida.

A mineradora Meia Lua estava com as atividades suspensas aguardando o processo de renovação da autorização, mas a Rolando estava usando a barragem sem autorização da Cetesb. O volume de rejeitos lançados pela Rolando fez com que houvesse elevação do nível do reservatório de rejeitos, o que acabou provocando o rompimento da barragem.

De acordo com a Cetesb, a mineradora Meia Lua vai ter que cumprir exigências do órgão, entre as quais apresentar uma manifestação do Departamento Nacional de Proteção Mineral (DNPM), quanto ao estudo de estabilidade da barragem rompida.

rompimento barragem 1

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *