segunda-feira , 20 janeiro 2020

Ministério da Saúde alerta para risco de surto de dengue no estado "A mudança no padrão de circulação, que está acontecendo agora no estado do Rio de Janeiro aponta para um cenário de risco"

"A mudança no padrão de circulação, que está acontecendo agora no estado do Rio de Janeiro aponta para um cenário de risco"

Fotos: SF Notícias

O Ministério da Saúde alerta que o Rio de Janeiro é um dos 11 estados do Brasil que podem ter surto de dengue a partir de março. O alerta é do coordenador de Vigilância de Arbovirose do Ministério da Saúde, Rodrigo Saidí. Em entrevista exclusiva à TV Brasil, o especialista explicou que o período favorável ao aumento de casos da dengue no Brasil, que começou em novembro de 2019, vai até o próximo mês de maio, época de chuva. Segundo Saidí, no entanto, a dinâmica da transmissão da doença é que pode ocasionar o surto nessas regiões. Hoje há quatro sorotipos da dengue e quando ocorre alteração do padrão de circulação, também aumenta o número de transmissões. “A mudança no padrão de circulação, que está acontecendo agora no estado do Rio de Janeiro aponta para um cenário de risco”, disse o coordenador.

Saidí afirma que 80% dos criadouros do mosquito estão dentro das residências, por esse motivo, alerta sobre a importância de haver integração entre as políticas públicas de governo e a mobilização da população. Ele diz ainda que o controle deve ser feito porque, nesta época do ano, o mosquito completa seu ciclo de reprodução em 10 dias. “É importante estar atento à caixa d’água, se ela está aberta ou não, à limpeza das calhas, à verificação permanente da presença de água em bandeja de ar-condicionado, na bandeja da geladeira, os pratinhos de vaso de planta; acondicionar adequadamente aqueles produtos que estão nos quintais, como garrafas e latas”.

Por Kariane Costa – Repórter da Rádio Nacional

Mais do SFn