Foto: reprodução do Facebook

Morador de Pádua morre diagnosticado com leptospirose Segundo familiares de Sávio e moradores da Divinéia, bairro em que ele residia, o local possui muitos terrenos baldios, locais com lixo e muitos ratos. A Prefeitura ainda não se manifestou sobre o ocorrido

Segundo familiares de Sávio e moradores da Divinéia, bairro em que ele residia, o local possui muitos terrenos baldios, locais com lixo e muitos ratos. A Prefeitura ainda não se manifestou sobre o ocorrido

Um morador de Santo Antônio de Pádua morreu, na manhã desta segunda-feira (06/05), diagnosticado com leptospirose. Sávio Gomes Frauches era morador do bairro Divinéia. Ele deixa esposa e uma filha de apenas 4 anos.

Sávio foi internado em um hospital de Pádua na última segunda-feira (29/04) com suspeita de Dengue, mas de quarta para quinta as plaquetas baixaram muito e passaram a suspeitar de meningite. Na quinta, pela manhã, ele foi transferido para Itaperuna, onde nesta manhã sofreu uma parada cardíaca e não resistiu. Exames feitos em Itaperuna diagnosticaram que Sávio estava com leptospirose.

Segundo moradores da Divinévia, que procuraram nossa redação, o bairro possui muitos terrenos abandonados, locais com lixo acumulado e muitos ratos. Uma familiar de Sávio também disse que o bairro possui muitos ratos.

A Prefeitura de Santo Antônio de Pádua confirmou que Sávio foi diagnosticado com leptospirose, mas ainda não se pronunciou sobre o que irá fazer e se será feita uma ação de limpeza e dedetização no bairro.

O corpo de Sávio está sendo velado na 4ª Igreja Batista de Pádua. O sepultamento acontece às 17h no Cemitério Municipal, no bairro Tavares. Pelas redes sociais, amigos e familiares deixaram mensagens de despedida para Sávio.

“Hoje o dia amanheceu mais triste e mais frio. Descanse em paz Sávio. Meus pêsames a família Frauches”, dizia uma postagem. Outra postagem diz: “O dia amanheceu triste! Descanse em paz Sávio. Que Deus lhe receba de braços abertos. Meus sentimentos a família Frauches”.


Mais do SFn