quarta-feira , 19 dezembro 2018

Moradora quase morre afogada e perde tudo em enxurrada no distrito de Cambuci Essa é a segunda vez que Maria de Fátima terá que reconstruir tudo, começar do zero

Essa é a segunda vez que Maria de Fátima terá que reconstruir tudo, começar do zero

Imagens: Odair Jose Barbosa Castro / Defesa Civil / leitores

A Defesa Civil de Cambuci informou que pelo menos 15 famílias de alguma forma foram atingidas pela enxurrada na tarde deste domingo (26/11) no distrito de São João do Paraíso. As residências que ficam próximas ao córrego que passa pelo distrito foram as mais afetadas. Os moradores não tiveram tempo de salvar algum pertence. Ninguém ficou desalojado ou desabrigado.

Entre os mais atingidos está Maria de Fátima, de 60 anos, que foi retirada de dentro de casa pelo seu filho com quase um metro de água. Do lado de fora da residência, segundo os familiares, a água passou de um metro.

“A força da água fechou a porta, e meu tio de 67 anos não conseguiu segurar ela. Ela estava com água no pescoço. Então o filho dela conseguiu abrir a porta e resgatar”, conta George de Paula.

Em dez anos, essa é a segunda vez que Maria de Fátima passa pela mesma situação. Segundo os familiares, após perder tudo na primeira vez, ela começou do zero, com doações, e será assim agora. Ela perdeu todos os pertences e, muitos, foram levados pela água.

Continua após o vídeo

“O que a água não levou, estragou”, concluiu George. Ele está se mobilizando e arrecadando doações para sua tia e todos os atingidos. Ele nasceu e foi criado em São João do Paraíso, mas atualmente mora na Região dos Lagos. Após ficar sabendo do ocorrido, George começou a se mobilizar.

Ele já conseguiu várias doações de roupas em Cabo Frio e de remédios em Cambuci e Italva. Ele também já conseguiu eletrodomésticos para serem doados. Nesse momento ele está na estrada, se deslocando da Região dos Lagos para São João do Paraíso, onde vai atuar na arrecadação de doações. Quem puder fazer doações deve entrar em contato pelo telefone (22) 99972-6836.

Na manhã desta segunda-feira (26/11) o prefeito de Cambuci esteve no distrito. Desde ontem, assim que a água começou a baixar, moradores se uniram para limpar suas casas e as ruas. Um empresário usou sua máquina para ajudar na limpeza das ruas, tirando o excesso de lama.

“Há muitos anos não acontece isso por aqui. Entrou água em várias casas, padaria, lojas de roupas e até no Banco do Brasil”, disse o morador Odair José Barbosa Castro, que registrou a força da água em vídeos (veja no final).

Em alguns pontos, a força da água levou o calçamento das ruas, como na Rua XV de Novembro, e arrastou árvores. A água invadiu um centro educacional infantil, residências e estabelecimentos comerciais, e destruiu vários muros.

Continua após a foto

Em uma das residências, a força da água provocou um buraco e estufou o piso (foto abaixo). Segundo o secretário municipal de Defesa Civil, Eduardo Werneck Paes, no primeiro momento o imóvel não será interditado, já que não houve danos na estrutura, mas uma avaliação com engenheiros será feita nesta segunda-feira (26). Reveja a última matéria com outras imagens AQUI.


Mais do SFn