sexta-feira , 14 dezembro 2018

Moradora que estava desaparecida em Valão do Barro é encontra morta dentro de rio Ontem o SF Notícias havia feito uma publicação sobre o desaparecimento de Dayana, que saiu de casa na última segunda, apenas com a roupa do corpo

Ontem o SF Notícias havia feito uma publicação sobre o desaparecimento de Dayana, que saiu de casa na última segunda, apenas com a roupa do corpo

Fotos: arquivo pessoal

Foi encontrada morta na tarde desta sexta-feira (30/11) a mulher que estava desaparecida em Valão do Barro, em São Sebastião do Alto. Dayana Soares Da Silva, de 30 anos, estava desaparecia desde a última segunda-feira (26/11). Ela deixa três filhos (dois meninos e uma menina), todos menores de idade.

Segundo informações da polícia militar, o local onde o corpo foi encontrado é de difícil acesso. Foram moradores, ao sentirem um mau cheiro, que encontram o corpo já em decomposição. ainda de acordo com a PM, não foi possível detectar sinais de violência. Ao SF Notícias, a irmã de Dayana, Adriana Soares, disse que o corpo estava preso na estrutura de uma ponte danificada, no leito do Rio Grande, em um local conhecido como Cabeceiras, ou fazendinha, na zona rural do distrito de Valão do Barro.

Peritos já estiveram no local, assim como o rabecão do Corpo de Bombeiros. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Itaperuna, no Noroeste Fluminense. O caso é investigado pela 155ª Delegacia Legal de São Sebastião do Alto.

Ontem o SF Notícias havia feito uma publicação sobre o desaparecimento de Dayana. Segundo Adriana, sua irmã saiu de casa na manhã de segunda, apenas com a roupa do corpo. Nas redes sociais, amigos contaram que Dayana gostava de ser chamada de “Bonita”. Eles deixaram várias mensagens de despedidas.

“Por que você se foi assim? Não deu pra entender! É tão difícil aceitar!”, postou amiga de Dayana. Sem palavras. Inacreditável, muita dor minha amiga. Vou guardar nossos momentos pra sempre em meu coração”, postou outra amiga.


Mais do SFn