terça-feira , 21 novembro 2017

Moradores da Ipuca mantêm tradição e enfeitam rua para Copa

Fotos: Manuela Escalla.
Fotos: Manuela Escalla.

Em contagem regressiva para começar a Copa do Mundo, a animação em enfeitar as ruas começa a ser notada na cidade. Algo que contagiou os moradores da rua Justino Moreira, bairro Nova Divinéia, onde os vizinhos se uniram colaborando com materiais e mão de obra, elaborando uma festa que durou por toda a tarde de domingo (8).

Bandeiras e pinturas na pavimentação com: mascote da copa – o “Fuleco”, frases, assinaturas dos moradores, caricaturas do Neymar, Luiz Felipe Scolari (Felipão) e Givanildo Vieira (Hulk), foram os elementos principais para enfeitar o local, que chamou atenção pela quantidade de elementos e pela participação das pessoas.

Segundo Marcos Antônio Cabreira, policial militar de 41 anos, essa prática de confecção de enfeites e pinturas começou no ano de 1990 e que desde essa época todos os moradores do bairro continuam se reunindo para fazer mutirões, elaborando pinturas no local para a Copa.

“A iniciativa para fazer tudo isso é sempre da população do bairro e mesmo não morando mais nessa rua, os

Marcos Antônio Cabreira
Marcos Antônio Cabreira

moradores praticamente me intimaram para vir desenhar e pintar esse ano.” Mencionou ele.

Marcos Antônio residia nesta rua havia 36 anos, mas mudou-se no ano passado. Todos os desenhos foram feitos por ele e pintados pelas pessoas do lugar, e ao final, cada morador deixou sua assinatura.

“O que nos motivou novamente a fazer essa celebração e enfeitar a rua, foi pela Copa esse ano ser sediada no Brasil, e também por acreditarmos que a seleção brasileira merece nossa torcida apesar das dificuldades que o Brasil está sofrendo”. Enfatizou o policial.

E finalizou ainda dizendo que o futebol e a política são assuntos diferentes e que os brasileiros precisam ser patriotas, sendo a época das eleições o momento certo para acontecer as manifestações, não em época de Copa do Mundo, disse Marcos Cabreira.

 


Mais do SFn