Moradores que se sentirem lesados devem levar contas de luz ao Procon de São Fidélis Enel foi notificada pelo Procon nesta segunda (21) e tem prazo de resposta de 15 dias

Enel foi notificada pelo Procon nesta segunda (21) e tem prazo de resposta de 15 dias

Fotos: Caio Fotografias

O Procon de São Fidélis voltou a pedir que a população se manifeste quanto ao aumento nas contas de luz. Nesta segunda (21), após solicitação do órgão, alguns moradores foram para a porta da sede da Enel Distribuição Rio no município. Agora, a solicitação é para que aqueles que se sentirem lesados, levem as contas de dezembro e de janeiro ao órgão, fazendo um comparativo.

“O Procon notificou a empresa e a gente tem um prazo de 15 dias para a empresa responder. Mas, nesse período eu peço a população que se sentir lesada com esse caso, que nos envie a conta de luz, fazendo aquele comparativo, que realmente vinha um valor um pouco mais baixo e a nova conta o valor realmente está acrescido e logo podendo chegar a uma conclusão que há uma lesão ao consumidor, ferindo assim o Código de Defesa do Consumidor” – disse o superintendente do Procon, Adriano de Oliveira Azevedo.

O superintendente afirmou ainda que estará em Campos nesta terça (22) para uma reunião com o promotor de Justiça, Marcelo Lessa, que também é responsável na Comissão de Direitos e Defesa do consumidor, levando material que conseguiu nesta segunda com moradores. Ele orientou ainda para que, enquanto o caso estiver em processo de investigação, os moradores economizem energia. “Vamos com cautela, cautela com alguns eletrodomésticos que possam ferir a conta, porque continuo analisando e continuo dizendo há algo de obscuro nessas cobranças e o Procon vai até o fim para tentar entender e ajudar a população nesse caso”. O Procon fica na Avenida Sete de Setembro, n° 317, o telefone é (22) 2758-1219.

Moradores relatam aumento de até 100% nas contas

Em comparação à conta de dezembro, a de janeiro veio até 100% mais cara, segundo os moradores. Em alguns casos, fidelenses relataram que mesmo com a casa fechada ou em residências na zona rural a conta veio altíssima.

“Enel cobrando um absurdo numa conta de casa. Atenção as autoridades responsáveis da cidade de São Fidélis, vamos lá dar uma vistoria nesse novo caso. Apesar de as pessoas terem ou não ar condicionado, onde já se viu uma conta de luz em menos de um mês vir tão cara” – postou um morador cuja conta veio no valor de R$ 862,42.

 O que diz a Enel

Em nota enviada ao SF Notícias, a empresa informou que “não há qualquer irregularidade no processo de medição e faturamento da companhia”. Segundo a Enel, com as altas temperaturas do verão, há aumento no consumo de energia, devido ao uso mais frequente da geladeira, de aparelhos de ar condicionado e ventilador, por exemplo.

“Não houve alteração de tarifa no mês de janeiro/19. Além disso, a distribuidora ressalta que quando o consumo de energia ultrapassa 300 kWh, o ICMS que incide sobre a conta passa de 18% para 31%” – diz trecho da nota.


Mais do SFn