terça-feira , 19 setembro 2017

Moradores são flagrados desperdiçando água em São Fidélis

QSADFGHJKL
Fotos: Leitores / Vinnicius Cremonez

Mesmo diante da pior seca dos últimos 45 anos em São Fidélis, o desperdício de água é uma cena fácil de ser observada. O nível do Rio Paraíba do Sul está cada vez mais baixo, e a situação tende a piorar se não começar a chover em breve.

Enquanto alguns produtores rurais estão perdendo lavouras e animais, outros moradores agem como se nada estivesse acontecendo, mostrando uma despreocupação em relação a um enorme problema.

O rio está cada vez mais encolhido. Canais, valões e açudes estão secando devido a falta de chuva; animais sem água para beber, e plantações sem irrigação.

Este é um cenário que podemos encontrar em diversos pontos de São Fidélis e de outros municípios, e que piora com o desperdício dos moradores. Alguns de nossos leitores começaram a filmar e fotografar os flagrantes de desperdício. Nossa redação recebeu algumas fotos feitas em três bairros diferentes do município.

Como diz um dos nossos leitores, a primeira foto mostra uma senhora “brincando com a água”, lavando a rua de sua casa. A cena foi registrada na manhã de quinta-feira no bairro da Penha.

desperdício 1Na segunda foto, o registro de um morador usando água para lavar seu carro, no bairro Ipuca. Uma imagem comum de ser vista pela cidade, mas difícil de aceitar diante da situação em que estamos vivendo com a estiagem.

Em entrevista à nossa equipe, um dos funcionários da concessionária responsável pelo abastecimento no município, a CEDAE, disse que a situação em São Fidélis ainda está controlada embora o nível do Paraíba esteja muito baixo, mas que a população deve parar com o desperdício. Geraldo Gonçalves disse que a população está abusando, lavando seus carros, enchendo piscinas e depois jogando essa água fora, sem reaproveitá-la de maneira consciente.

desperdício 2“Pode começar a faltar água em lugares mais altos do município, algo que é preocupante, mas a questão de captação e tratamento está normal até o momento. De qualquer forma, a economia deve ser prioridade.” Concluiu Geraldo.

A terceira foto que nossa redação recebeu, mostra um bar no bairro Vila dos Coroados, onde segundo o leitor, os proprietários lavam a calçada todos os dias.

Já a quarta foto mostra uma mulher lavando a calçada de sua residência na noite desta sexta-feira(24),  na Ipuca.

desperdício 4Para o ambientalista Aristide Soffiati, o desperdício de água de um modo geral se deve ao que os historiadores ambientalistas chamam de “síndrome da inesgotabilidade”. Quando os portugueses chegaram ao Brasil ficaram deslumbrados com a abundância de água, de florestas e de recursos naturais, e com eles, aprendemos a desperdiçar tudo, achando que nunca ia acabar. Pero Vaz de Caminha escreveu ao rei de Portugal que, “Aqui, em se plantando, dar-se-á tudo”.

Agora tudo está se acabando, e mesmo assim, as pessoas continuam desperdiçando água.

Rio Paraíba do Sul foto Vinnicius Cremonez 5


Mais do SFn

SFn