segunda-feira , 9 dezembro 2019

Moradores usam caiaque e prancha de stand up paddle para se locomover em ruas alagadas, em São Fidélis Cenas chamaram a atenção e foram compartilhadas nas redes sociais; Em alguns pontos do município a água chegava a altura da cintura

Cenas chamaram a atenção e foram compartilhadas nas redes sociais; Em alguns pontos do município a água chegava a altura da cintura

Fotos: Reprodução/ Redes Sociais

Durante o temporal registrado no início da noite deste domingo (01/12), foi impossível trafegar de moto, carro e outros veículos, em diversas ruas do Centro e de outros bairros de São Fidélis, Norte Fluminense. Havia pedestres que se arriscavam, e muitos por necessidade, passavam pelas ruas, que ficaram inundadas em pouco tempo. Em alguns pontos, a água chegava a altura da cintura, e a força dela impressionava. Alguns moradores utilizaram caiaques e até pranchas de stand up paddle para se locomover pela cidade. As cenas chamaram a atenção e as fotos tiveram dezenas de compartilhamentos nas redes sociais. (veja o vídeo no final)

A chuva forte começou por volta das 17h50 deste domingo, e veio acompanhada de raios e rajadas de vento. Em pouco tempo, bolsões d’água começaram a se formar em pontos que geralmente registram alagamentos durante as fortes chuvas. Mas, o volume de água foi tanto, que até ruas que nunca ficavam alagadas, acabaram atingidas. Na Gamboa, por exemplo, moradores ficaram assustados com a quantidade de água e lama que desceu do Barreiro, provocando pontos de alagamentos na Rua Duque de Caxias e na Euclides da Cunha, algo que nunca foi registrado. Também houve alagamentos no Centro, na Vila dos Coroados, no bairro Santa Terezinha, Ipuca, Penha e no Barão de Macaúbas. A água invadiu casas, estabelecimentos comerciais e até o pátio do Destacamento 2/5 do Corpo de Bombeiros. A água já baixou na maioria desses locais, e a manhã desta segunda (02/12) está sendo de limpeza e avaliação dos danos provocados pelo temporal.

Mais do SFn