sábado , 10 dezembro 2016
SAM_0234

Motoristas de transporte escolar estão sem receber desde 2014 e podem fazer greve

caminho da escola
Fotos: Arquivo SF Notícias.

Na última segunda-feira (08), o SF Notícias publicou uma matéria relatando a paralisação de uma van que realiza transporte escolar para o Colégio Estadual Geraque Collet, em Pureza, deixando nove alunos sem condução para irem às aulas. A paralisação aconteceu por causa da ausência de pagamento dos salários de todos os meses de 2015, por parte do governo estadual. A matéria repercutiu e nossa redação foi procurada para novos relatos, com casos semelhantes, dessa vez com um número maior de motoristas, que prestam serviço levando estudantes para o Colégio Estadual de São Fidélis nos turnos de manhã, tarde e noite.

O condutor de um ônibus que faz a linha com 22 estudantes de Colônia, quarto distrito, disse que ainda não recebeu neste ano, assim como cerca de 30 companheiros de profissão. O caso já foi passado para a direção do CESF, que procura controlar a situação, mas também não consegue. – Eles nunca dão uma previsão concreta. Sempre marcam uma data para a situação melhorar, mas nunca recebemos. Até porque não depende deles. Também devem ser empurrados com a barriga pela regional. – disse ele, que preferiu não se identificar.

cesf gEntre os motoristas, já foi discutida a possibilidade de uma paralisação geral, mas alguns ficam com receio de parar e não receberem os salários atrasados. Alguns deles, inclusive, alegam já terem pegado dinheiro emprestado para manter o serviço pois, se houver a paralisação, centenas de alunos vão ficar sem frequentar a escola. Porém, de acordo com que o tempo vai passando e o dinheiro diminuindo, a paciência também fica menor. Na próxima quinta-feira (11.06), deverá haver uma reunião entre os motoristas, para analisarem a situação de modo geral e decidirem o que vão fazer. A hipótese da paralisação não está descartada, e ela pode vir acontecer já na segunda-feira seguinte (15.06).

Procurada pelo SF Notícias, a Secretaria de Estado de Educação informou que o pagamento às empresas que realizam o transporte rural em São Fidélis está programado para o próximo dia 17. O procedimento será feito mediante Cota Financeira liberada pela Secretaria de Fazenda, para emissão de Programação de Desembolso.

SFn