quarta-feira , 22 novembro 2017

Movimentação tranquila em locais de votação em São Fidélis

eleição 3
Fotos: Vinnicius Cremonez

A movimentação nos principais colégios eleitorais de São Fidélis está tranquila até o momento, sem nenhum tumulto registrado. Em algumas seções do Colégio Estadual de São Fidélis(CESF), onde 4.936 pessoas passaram durante todo o dia, e da Escola Maria Firmina, a fila era grande na parte da manhã.

Homens da Polícia Civil, Militar, Guarda Municipal e fiscais do Tribunal Regional Eleitoral, trabalham para garantir a segurança da população na hora de votar, combatendo as irregularidades como a compra de voto.

Ao todo serão 1.200 policiais em todo área de abrangência do 8º Batalhão de Polícia Militar, que inclui Campos, São Fidélis, São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, sendo 90 deles, em São Fidélis. Equipes do TRE também estão divididas em vários pontos do município.

Segundo a Polícia Militar, já foram feitas ocorrências em relação a carros de propaganda de candidatos que estavam em frente aos locais de votação. Até o momento não há registros de presos por compra de votos, mas várias pessoas já foram revistadas em diferentes pontos da cidade, entre eles, a Escola Municipal Mestra Maria Firmina na Vila dos Coroados, onde 3.001 pessoas estarão votando durante todo o dia.

eleição 2Em São Fidélis são 134 seções espalhadas por 24 pontos de votação no município e na zona rural. Ao todo o município possui 21. 276 eleitores na área urbana e 9.224 eleitores na zona rural.

A Avenida Governador Roberto Silveira em frente ao Colégio Estadual Barão de Macaúbas, que é o maior colégio eleitoral do município com 5.488 eleitores, foi interditada. A Rua Augusto Andrade do Maria Firmina na Vila do Coroados, também foi interditada.

Fora da área urbana, os dois maiores colégios eleitorais ficam em Pureza. No Colégio Estadual Geraque Collet são 1.556 eleitores, e na Escola Municipal Francisco Hilarião são 1.262 eleitores.

Em todos os locais de votação, a quantidade de propaganda espalhada pelas ruas, chamou a atenção da população que ficou indignada com tanta sujeira promovida pelos candidatos. Além da proibição de celulares e de câmeras fotográficas na cabine de votação, vale lembrar que nesse ano, está proibido o comércio ambulante próximo aos locais de votação.

eleição 4


Mais do SFn