terça-feira , 23 outubro 2018

MPRJ, Exército, Polícias Civil, Militar, Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros fazem operação e cumprem 126 mandados de busca e apreensão "Operação Integração" acontece em conjuntos de casas populares de sete bairros, os mais violentos de Campos

"Operação Integração" acontece em conjuntos de casas populares de sete bairros, os mais violentos de Campos

Fotos: Ururau

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), e as Forças de Segurança, incluindo o Exército e as Polícias Civil (146ª DP) e Militar, a Polícia Rodoviária Federal e o Corpo de Bombeiros, realizam nesta quinta-feira (09/08), no Distrito de Guarus, em Campos, a “Operação Integração” que cumpre 126 mandados de busca e apreensão em casas populares de sete diferentes conjuntos habitacionais. De acordo com o pedido do GAECO/MPRJ, acatado pela 1ª Vara Criminal de Campos, as habitações foram invadidas por traficantes de drogas da região, que expulsaram os moradores com o objetivo de implementar, nestas localidades, redutos para depósito de armas e de drogas, ponto de venda de entorpecentes e abrigo dos seus comparsas.

As casas populares, localizadas nos conjuntos habitacionais Codin, Eldorado, Novo Eldorado, Parque Aeroporto, Parque Prazeres, Parque Santa Clara e Santa Rosa, foram invadidas mediante violência e/ou grave ameaça, de acordo com as investigações. Os criminosos expulsaram os moradores de suas residências e as invadiram, chegando a executar os resistentes quando não atendidos.

Como a grande maioria dos moradores que tiveram suas casas invadidas não prestou queixa às autoridades policiais, com medo de represálias, o  GAECO/MPRJ oficiou à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social de Campos solicitando a listagem dos logradouros referentes às casas invadidas, afim de que o Poder Público pudesse agir em prol das famílias prejudicadas.

A região é dominada  pelo narcotráfico, onde inúmeros homicídios e tentativas tem ocorrido, sendo que, no corrente ano até o inicio de agosto foram registradas na 146ª DP, 154 vítimas de tentativas de homicídio e 120 vítimas de homicídio, todas com ligação com o tráfico de drogas.

No total, mais de 800 homens do Exército e das Polícias Civil , Militar e Rodoviária Federal participam da ação no município do norte fluminense. As diligências dos agentes da lei servirão para a busca de armas de fogo, munições e material utilizado para a prática de crimes inerentes ao narcotráfico, além da verificação da existência de elementos que indiquem o local dos pontos de tráfico de drogas na região.


Mais do SFn