quarta-feira , 11 dezembro 2019

Mulheres continuam na porta dos batalhões mesmo após acordo entre PM e Governo, no ES Segundo o acordo, policiais deveriam voltar às ruas às 7h deste sábado

Segundo o acordo, policiais deveriam voltar às ruas às 7h deste sábado

Fotos: reprodução

Após sete dias de paralisação da polícia, que se tornaram um caos para a população do Espírito Santo, devido a uma grande onda de violência, o Governo do Estado e representantes da Polícia Militar chegaram a um acordo em uma reunião realizada na noite desta sexta-feira (10/02) para pôr fim à paralisação.

Ficou decidido que os PMs voltariam às ruas do ES na manhã deste sábado (11), o que não aconteceu, pois as mulheres dos militares continuam ocupando a frente dos batalhões e impedem a saída dos policiais. Elas não participaram da reunião e alegaram não terem sido comunicadas.

Durante a reunião foi acertado que o Governo irá desistir das ações judiciais contra as associações, e formar uma comissão para regulamentar carga horária dos policiais. O reajuste salarial não foi decidido no encontro.

Sem o policiamento nas ruas do Estado, os moradores viveram dias de caos. Foram registrados 127 homicídios, além de saques a lojas e supermercados e roubos.

Mais do SFn