terça-feira , 11 dezembro 2018
Fotos: SF Notícias

Municípios da região permanecem em alerta para chuvas intensas até amanhã Ontem, um rio transbordou e duas sirenes foram acionadas em Bom Jardim. Já em Friburgo, várias ruas ficaram alagadas e 9 pessoas ficaram desalojadas. Houve quedas de barreiras e muro

Ontem, um rio transbordou e duas sirenes foram acionadas em Bom Jardim. Já em Friburgo, várias ruas ficaram alagadas e 9 pessoas ficaram desalojadas. Houve quedas de barreiras e muro

Chuva ontem em Friburgo

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu um novo aviso de perigo para chuvas intensas em municípios de todo o Estado do Rio de Janeiro. O alerta é válido até as 09h da manhã deste sábado (24/02).

Segundo o instituto pode ocorrer chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h). Há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

O alerta é válido para Aperibé, Bom Jardim, Bom Jesus do Itabapoana, Cambuci, Campos, Cantagalo, Cardoso Moreira, Cordeiro, Duas Barras, Italva, Itaocara, Itaperuna, Laje do Muriaé, Macaé, Macuco, Miracema, Natividade, Nova Friburgo, Santa Maria Madalena, Santo Antônio de Pádua, São Fidélis, São José de Ubá, São Sebastião do Alto, Trajano de Moraes e Varre-Sai.

Rio transbordou em Bom Jardim

Na noite de ontem, uma chuva forte provocou nove quedas de barreiras, uma queda de muro, interdição de duas ruas para ônibus (Rua Romualdo Machado – Catarcione e rua principal do Solares II), interdição de duas casas, em Catarcione e Centenário, e nove pessoas ficaram desalojadas. Segundo a Defesa Civil, nenhuma pessoa ficou desabrigada. Diversas ruas ficaram alagadas e alguns bairros ficaram sem água (reveja a matéria AQUI).

Ainda ontem, mas em Bom Jardim, o Ribeirão de São José transbordou no distrito de Barra Alegre. A água invadiu várias residências e ruas. Já o Rio Grande ficou acima do nível normal em outros pontos do município. As sirenes de São José e São Miguel foram acionadas, alertando aos moradores para deixarem as áreas de riscos de deslizamentos (reveja a matéria AQUI).


Mais do SFn