sábado , 10 dezembro 2016
VISTA DE SÃO FIDÉLIS FOTO VINNICIUS CREMONEZ 1A

No dia do padroeiro, “História e Cultura” fala sobre a origem do nome São Fidélis

Salve, salve São Fidélis!

sdfgh
Fotos: SFnotícis

Você já se perguntou a origem do nome do seu município? Muita gente se pergunta por que sua terra tem determinado nome, uns bens comuns e outros bem bizarros; nomes com significados filosóficos, populares, homenagens, etc. Nesse artigo vou explicar para você, caro leitor, o de nosso Município se Igreja Matriz Foto Vinnicius Cremonez 23chamar São Fidélis.

Somos o único município do Brasil com este nome, sabia? A colonização do Brasil foi feita inicialmente pelos jesuítas, que trouxeram devoções populares do catolicismo. Assim, os santos mais populares eram: São Francisco, São Jorge, São Sebastião, Santo Antônio, Santa Luzia, etc. Então, por que nosso município ficou diferente? Veremos a seguir.

A vida de São Fidélis (Marcos Roy)

Marcos Roy (São Fidélis) nasceu em 1577 em Sygmaringa, na Alemanha, é filho de João Roy e Genoveva Rosemberg. Órfão muito cedo, Marcos Roy foi estudar em Friburgo (Alemanha), onde estudou direito, se formando advogado. Foi chamado de “Advogado dos Pobres” por não cobrar para defender os menos favorecidos. Guiado pelo Espírito Santo, Marcos ingressou no convento capuchinho de Friburgo, se formou em filosofia e direito canônico, se tornando presbítero no ano de 1612.

museu 3Quando uma pessoa entra para uma ordem religiosa, ela possui a opção de mudar o nome para dar significado à vida nova que vai ter. Assim Marcos Roy passou a ser chamado de Frei Fidélis, que significa “fiel”.

Frei Fidélis viveu numa época de fortes agitações religiosas na Europa, em decorrência da reforma protestante. Naquele contexto, Frei Fidélis começou sua missão de reconquistar os fiéis calvinistas da Suíça, pregando o retorno ao catolicismo. No dia 24 de abril de 1622 foi emboscado por um grupo de calvinistas revoltados, e não aceitando negar a fé católica, assassinaram-no. Morreu aos 45 anos. Frei Fidélis foi canonizado pelo Papa Bento XIV, em 29 de junho 1746, com o título de São Fidélis de Sigmaringa.

Os frades e a escolha do nome da missão

monumento aos fundadores 1dupla franciscana de São Fidélis, Frei Ângelo Maria de Lucca e Frei Victório de Cambiasca, pertenciam à mesma ordem capuchinha de São Fidélis. Embora tenham vivido em épocas distintas, os frades tinham muita admiração pelos feitos do santo, sendo assim, logo ao saberem que seriam destinados ao Brasil, decidiram que onde se localizassem iriam fundar uma missão, e nela construiriam uma Igreja em honra a São Fidélis. Munidos da imagem do Frei Fidélis, vieram para as nossas terras.

Ao chegar à região, no local chamado Gamboa, os frades logo começaram a missão de evangelizar os índios, e em 1782, ao celebrarem a primeira festa em honra a São Fidélis, trocaram o nome da missão de Gamboa para São Fidélis. Assim, caros leitores, chegamos à origem do nome da nossa cidade. Temos esse nome porque nossos frades fundadores resolveram homenagear um irmão de ordem colocando o nome dele no local onde chegaram.

Referências:

BALBI, Aloysio. São Fidélis, A história consagrada. Rio de Janeiro: Gráfica & editora Minister, 2009.

BARROS, Clara Emília Monteiro de Aldeamento de São Fidélis: o sentido do espaço na iconografia. Rio de Janeiro: IPHAN 1995.144 volume 1.

CARNEIRO, Aurênio Pereira. História de São Fidélis. Niterói: Imprensa Oficial, 1988.

PALAZZOLO, Frei Jacinto de. História da Cidade de São Fidélis. Rio de Janeiro: Gráfica e Editora Rio São Paulo LTDA, 1963.

PALAZZOLO, Frei Jacinto de. Memórias de São Fidélis. Estado: Editora, 1968.

Igreja Matriz Foto Vinnicius Cremonez 26

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *