quarta-feira , 7 dezembro 2016

Novo presidente da Câmara anula votação do impeachment

Foto: Antonio Augusto/ Votação Impeachment
Foto: Antonio Augusto/ Votação Impeachment

O deputado Waldir Maranhão (PP-MA), presidente temporário da Câmara, anulou por meio de decisão monocrática, a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff realizada no dia 17 de abril. Ele acolheu pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

Maranhão marcou uma nova votação, para daqui a 5 sessões do plenário, para os deputados federais voltarem a analisar o pedido impeachment. Na decisão, divulgada por meio de nota, ele argumenta “ocorreram vícios que tornaram nula de pleno direito a sessão em questão”. Para ele, os partidos políticos não poderiam ter fechado questão a favor ou contra o impeachment.

“Não poderiam os partidos políticos terem fechado questão ou firmado orientação para que os parlamentares votassem de um modo ou de outro, uma vez que, no caso deveriam votar de acordo com as suas convicções pessoais e livremente”, destacou na decisão. Ele também afirma que a defesa de Dilma deveria ter tido o direito de falar durante a votação do impeachment.

A assessoria da Câmara informou que o presidente em exercício da Casa irá fazer um pronunciamento no Salão Verde, às 16h, para explicar a sua decisão.

Fonte: G1

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *