segunda-feira , 15 outubro 2018

Número de mortes em acidentes no estado cai 6,74% em 2018 Também foi registrada queda de 9,94% no total de feridos em acidentes automobilísticos no primeiro semestre deste ano

Também foi registrada queda de 9,94% no total de feridos em acidentes automobilísticos no primeiro semestre deste ano

Fotos: arquivo SF Notícias

O número de mortes no trânsito caiu 6,74% no estado do Rio de Janeiro no primeiro semestre deste ano, quando comparado com o mesmo período do ano passado. De janeiro a junho deste ano, foram registradas 996 mortes no trânsito, enquanto nos seis primeiros meses de 2017 foram contabilizadas 1.068 mortes no trânsito do Estado.

A quantidade de pessoas feridas em acidentes também apresentou queda no primeiro semestre deste ano no estado, com 12.623 pessoas que sofreram algum tipo de lesão em um acidente. A redução é de 9,94% em comparação ao primeiro semestre do ano passado, quando foram registrados 14.016 feridos em acidentes.

Para reduzir ainda mais essas estatísticas, o Detran-RJ investe em ações de prevenção, como a que foi realizada na tarde desta sexta-feira (21.09), no Aterro do Flamengo, com as presenças do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, do presidente do Detran-RJ, Leonardo Jacob, e do coordenador da Operação Lei Seca, tenente-coronel Marco Andrade.

Na avaliação do ministro, a redução no número de mortos e feridos no trânsito se deve às ações de repressão – como as realizadas pela Operação Lei Seca, com apoio do Detran-RJ – e também às ações de prevenção e educação no trânsito realizadas pelo departamento: – Sem dúvida alguma os resultados alcançados pelo estado do Rio de Janeiro, que é um dos mais exitosos do país, são frutos desse investimento, seja por meio da conscientização seja pelo medo de ser punido, caso dirija sobre o efeito de álcool – avaliou Baldy.

O investimento em ações educativas é fundamental para a redução do número de vítimas do trânsito na avaliação do presidente do Detran-RJ, Leonardo Jacob: – Essas ações educativas, como essas que estamos realizando em parceria com a Operação Lei Seca, são os grandes motivos que levam a esses números. Entendemos que educar é a solução, mostrar ao motorista, ao ciclista e ao pedestre o quanto é importante seguir as regras de trânsito, para a segurança de todos – completou.

No total, 13.619 pessoas morreram ou ficaram feridas no trânsito, uma queda de 9,71% em relação ao total de vítimas do primeiro semestre do ano passado (15.084 pessoas). O número de acidentes também apresentou redução no período, passando de 9.645 casos no ano passado para 8.707 registros este ano, uma queda de 9,72%. No Brasil, o número de mortes no trânsito no ano passado chegou a 41.151 casos.

Na Semana Nacional do Trânsito, entre os dias 18 e 26 de setembro, o departamento vem – em parceria com a Operação Lei Seca – promovendo blitzes educativas para alertar motoristas, ciclistas e pedestres sobre a importância de seguir as regras de trânsito para garantir a segurança de todos. A campanha alerta também para a importância do uso de cinto de segurança, os perigos da combinação de álcool e direção, e os riscos do uso de celular enquanto dirige. Nesta sexta-feira, 540 motoristas foram abordados no Aterro do Flamengo.


Mais do SFn