quinta-feira , 12 dezembro 2019

Operação “Torniquete” cumpre mandados de prisão por tráfico de drogas em São Francisco de Itabapoana Além da prática de tráfico de drogas, estão entre outros crimes praticados pelo grupo a posse ilegal de armas de fogo e uma tentativa de homicídio em razão de disputa pelo tráfico

Além da prática de tráfico de drogas, estão entre outros crimes praticados pelo grupo a posse ilegal de armas de fogo e uma tentativa de homicídio em razão de disputa pelo tráfico

Fotos: Divulgação

Foi deflagrada nesta quinta-feira (21/11) pelo Ministério Público (MPRJ), através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPPRJ) e em parceria com a Polícia Civil e a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap), por meio da Superintendência de Inteligência e Coordenação do Norte e Noroeste, em São Francisco de Itabapoana, a operação “Torniquete”.  O objetivo é prender 10 integrantes de uma organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas no município. Além dos mandados de prisão, os agentes cumprem mandados de busca e apreensão nos endereços dos acusados e nas celas da Cadeia Pública Dalton Crespo de Castro, em Campos, onde cinco dos denunciados já se encontram presos. A ação também conta com o apoio da Polícia Militar.

Segundo o Ministério Público, denúncias apontam que os integrantes da organização criminosa, de forma livre e consciente e em união de esforços entre si, guardaram, para fins de tráfico ilícito de drogas, mais de 8 kg de maconha e 1,1 kg de cocaína, entre outros materiais entorpecentes, tendo sido surpreendidos por agentes da Polícia Militar que recolheram o material. Na data da apreensão, os agentes públicos também apreenderam vasta quantidade de material destinado ao preparo da carga de entorpecentes, e um caderno com anotações referentes ao comércio do tráfico no local. Através do caderno foi possível constatar que os denunciados atuavam conjunta e organizadamente para a prática do crime de tráfico de drogas na região. Ainda segundo o MP, as drogas eram semanalmente distribuídas a todos os integrantes do grupo para que fossem alocadas nas respectivas “bocas de fumo”, onde seriam comercializadas.

O lucro era repartido entre eles, beneficiando toda a associação criminosa. Além da prática de tráfico de drogas nas localidades de Bom Jardim, Santa Clara, Estreito, Volta Redonda, Praça João Pessoa, Macuco e Centro, estão entre outros crimes praticados pelos integrantes do grupo a posse ilegal de armas de fogo e uma tentativa de homicídio em razão de disputa pelo tráfico de drogas local. A prisão preventiva dos denunciados foi concedida pela Vara Única da Comarca de São Francisco de Itabapoana.

Mais do SFn