Prorrogado prazo de inscrição do concurso de agente de combate às endemias de Campos São oferecidas 100 vagas e a seleção será através de prova objetiva, prova de títulos e teste de aptidão física

São oferecidas 100 vagas e a seleção será através de prova objetiva, prova de títulos e teste de aptidão física

Foram prorrogadas até 04 de janeiro de 2019 as inscrições do concurso público para agente de combate às endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Campos. Os interessados devem se candidatar através do site do Instituto Nacional de Concurso Público (INCP), organizador da seleção e pagar a taxa de inscrição, no valor de R$ 40. São oferecidas 100 vagas e a seleção será através de prova objetiva, prova de títulos e teste de aptidão física. Todas as informações podem ser conferidas no edital do concurso (AQUI).

Para se inscrever, os interessados devem ser maiores de 18 anos, ter Ensino Médio completo e estar em dia com a Justiça Eleitoral e o serviço militar. A carga horária semanal será de 40 horas, com salário base de R$ 1.014. De acordo com a secretaria de Gestão Pública, a necessidade de prorrogar o prazo de inscrições foi devido a “fake news” sobre a suspensão do concurso. A prova objetiva continua prevista para 03 de fevereiro e a prova de títulos e teste de aptidão física para os primeiros 400 liberados por atestado médico nos dias 30 e 31 de março ou 06 e 07 de abril.

— A prorrogação das inscrições, que seriam encerradas nesta sexta-feira (28), devolve a chance de participação daqueles que não se inscreveram devido à falsa informação sobre a suspensão do concurso. Também é uma chance a mais para quem chegou a se inscrever, mas não executou o pagamento da taxa de participação — comentou a subsecretária de Gestão de Pessoas, Rosana Souza Bastos.

A Procuradoria Geral do Município reforça a legalidade do concurso público, realizado de acordo com as instruções do Tribunal de Contas no Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ). “O concurso está sendo realizado por determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), para que os agentes de combate a endemias sejam contratados por concurso público e não mais de forma temporária, como ocorria com o processo seletivo. O concurso público do CCZ está sendo realizado dentro da legalidade, de acordo com a Constituição”, esclarece o Procurador Geral do Município, José Paes Neto.


Mais do SFn