Padrasto é preso acusado de estuprar e engravidar enteada deficiente em Itaocara O acusado foi preso nesta segunda na casa de sua mãe, no bairro Eucalipto

O acusado foi preso nesta segunda na casa de sua mãe, no bairro Eucalipto

Fotos: SF Notícias

Alcinei Faria da Silva, de 47 anos, foi preso por policiais civis da delegacia de Itaocara durante um cumprimento de mandado de prisão preventiva na tarde desta segunda-feira (29/05). Ele foi indiciado pelo estupro da enteada, de 26 anos, que é deficiente visual. 

Em entrevista ao SF Notícias, o novo delegado da 135ª Delegacia Legal do município, Dr. Ronaldo Cavalcante, disse que as investigações começaram após um registro de ocorrência de maus-tratos contra um bebê recém-nascido no início de abril deste ano. Na ocasião, o Conselho Tutelar de Itaocara foi até a residência da família após moradores denunciarem que havia uma recém-nascida chorando. 

A mãe da vítima chegou a contar que o bebê era filha de Alcinei com uma amante e, que a mesma, estaria ajudando a criar a criança. Mas a história foi desmentida por exames realizados após uma solicitação do Ministério Público. Ainda naquela época, a menina foi levada para a delegacia, acolhida pelo prefeito da cidade por cerca de 20 dias e atualmente mora com uma família adotiva.

O acusado foi preso nesta segunda na casa de sua mãe, no bairro Eucalipto, após a Justiça ter expedido o mandado de prisão. Ele foi indiciado por estupro de vulnerável. Alcinei foi levado para a Casa de Custódia de Itaperuna na manhã desta terça.

Dr. Ronaldo informou ainda que reiterou o pedido de prisão preventiva da mãe da vítima, pois para ele, ela tinha conhecimento e foi omissa. O novo pedido foi feito após novos depoimentos dela e dos irmãos da vítima. 

Baixe agora o aplicativo do SFn no seu celular!https://goo.gl/w4WvaY.



Mais do SFn

SFn