Rio Paraíba do Sul foto Vinnicius Cremonez 2

Para ambientalista, Paraíba do Sul se recuperou parcialmente após seca

NIVEL DO PARAÍBA DO SUL 2
Fotos: arquivo SFnotícias

Um cenário que impressionou moradores e principalmente os pescadores, que dependem dele para sobreviver.

Há meses atrás, pesquisadores e especialistas diziam que o Rio Paraíba do Sul estava “doente”, no caminho da “morte”.

A seca fez grandes bancos de areai aparecer ao longo do seu leito. Em alguns trechos, era possível atravessar o rio andando. Para muitos, o Paraíba precisaria de anos para se recuperar, mas a natureza mostrou sua força, e o rio ameaçou a transbordar pelo menos duas vezes durante o mês de janeiro desse ano em São Fidélis. O rio chegou a transbordar em municípios como Cambuci e Itaocara.

Mas será que ele realmente se recuperou de uma das piores secas pela qual já possou? Nossa equipe conversou com o professor e ambientalista Arthur Soffiati. Para ele, o Paraíba se recuperou parcialmente. As chuvas prometidas pelo El Nino não foram suficientes para repor a umidade adequada. Rio Paraíba do Sul foto Vinnicius Cremonez 5

“Corremos o risco de uma nova estiagem. Assim como as chuvas não foram suficientes para reumidificar a bacia, não é de se esperar uma estiagem aguda como em 2014-15”.

Soffiati diz que a seca decorre de causas muito distantes, como o aquecimento global, o El Niño, e os rios “voadores” da Amazônia. Para ele, promover um reflorestamento a partir de projeto emanado do CEIVAP, para os três Estados banhados pela bacia do Paraíba, além do uso econômico da água e da despoluição, ajudam a minimizar os impactos da seca localmente, no âmbito de toda a bacia.

Rio Paraíba do Sul foto Vinnicius Cremonez 1

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *