quarta-feira , 7 dezembro 2016
parque desangano

Parque do Desengano faz limpeza de trilha, monitoramento de aves e combate à caça ilegal

sadfguiuoi
Macuco (Tinamus solitarius)

A equipe de guarda-parques do Parque Estadual do Desengano realizou, entre os dias 19 e 22 de fevereiro, a travessia entre o Poço Parado e o rio Mocotó, com intuito de monitorar a biodiversidade de aves, bem como realizar o manejo e limpeza da trilha de quase 17 quilômetros, entre os

pegada de onça
Rastro de onça

municípios de São Fidélis e Campos dos Goytacazes. A operação rotineira revelou uma base de caça ilegal.

Durante o percurso, foi desmontado um rancho construído, artesanalmente, para ser utilizado para a prática ilegal de caça, próximo ao Córrego Frio, um divisor territorial entre os municípios de São Fidélis e Campos.

Durante o monitoramento foram observadas mais de 100 espécies de aves, como o macuco (Tinamus solitarius). Também foram observados rastros, em diferentes pontos, da onça-parda (Puma concolor), um dos maiores predadores de topo de cadeia alimentar do Parque.

Essa travessia é uma das 19 trilhas contidas no Guia de trilhas do Parque Estadual do Desengano, que apresenta diversas informações sobre esta e outras trilhas existentes no parque e pode ser baixado gratuitamente AQUI.

Fonte: Parque Estadual do Desengano

parque do desengano

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *