Pastor desaparecido; família continua sem informações sobre o paradeiro de João Marcos João Marcos Mury de Aquino é nascido e criado em São Fidélis, mas atualmente mora em Campos, onde é pastor da Igreja Batista do Parque Guarus. Ele foi visto pela última vez saindo do 9º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), em Macaé, onde ele trabalha

João Marcos Mury de Aquino é nascido e criado em São Fidélis, mas atualmente mora em Campos, onde é pastor da Igreja Batista do Parque Guarus. Ele foi visto pela última vez saindo do 9º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), em Macaé, onde ele trabalha

A família do pastor fidelense João Marcos Mury de Aquino continua sem informações sobre o seu paradeiro. Ontem (22), alguns perfis nas redes sociais chegaram a divulgar que ele havia sido encontrado, mas ao SF Notícias, a irmã dele disse que a informação era inverídica, e que a família continua em busca de informações que levem até o seu paradeiro. João Marcos é pastor da Igreja Batista do Parque Guarus, em Campos. Ele é sargento, lotado no 9º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), em Macaé, e foi visto pela última vez saindo do trabalho. Segundo os familiares, o pastor teria deixado o carro com a chave na ignição no estacionamento do quartel, na manhã da última sexta-feira (17).

O desaparecimento dele foi registrado na 123ª Delegacia Legal de Macaé, que investiga o caso. A Polícia Civil informou que irá analisar as imagens de circuitos de monitoramento de residências e estabelecimentos comerciais das proximidades do quartel do Corpo de Bombeiros. No domingo (19), a Coalizão Conservadora Batista, por meio do pastor Joaquim José da Costa Dias, divulgou uma nota oficial; “Desde o dia 17 de Janeiro de 2020, recebemos a informação de que o nosso querido pastor João Marcos Mury de Aquino, está desaparecido. As informações estão truncadas e não queremos fazer divulgação de notícias sem fundamentos, mas apenas confirmar que o Pr. João Marcos está desaparecido e ainda não sabemos dos fatos. No status do whatsapp da esposa dele, na noite do dia 18, lemos que o pastor João fez contato com a família afirmando que estava bem, mas não sabemos as reais condições dele, nem as circunstâncias que o cercam e nem temos notícias de sua localização. Repetimos aqui o apelo da esposa e filhos que não façamos quaisquer especulações sobre essa situação. Continuamos na esperança de que ele será encontrado em boas condições de saúde. Pedimos que todos intensifiquem suas orações em favor do Pastor João, bem como de seus familiares e amigos”, diz o comunicado. 

Mais do SFn