Patrulha Maria da Penha apreende arma, mais de 70 munições e vidro com veneno em Itaperuna Como o apartamento da vítima fica no mesmo prédio que o do acusado, o MP vai solicitar o afastamento do agressor, de 41 anos, até que o fato seja apreciado pela justiça

Como o apartamento da vítima fica no mesmo prédio que o do acusado, o MP vai solicitar o afastamento do agressor, de 41 anos, até que o fato seja apreciado pela justiça

Policiais militares do projeto “Patrulha Maria da Penha” de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, apreenderam uma arma, mais de 70 munições e um vidro com veneno na manhã desta sexta-feira (18/10) em uma residência do bairro Cehab. Segundo informações do 29º Batalhão de Polícia Militar, a guarnição foi até a residência de uma mulher assistida por uma medida protetiva. Ainda de acordo com a PM, a vítima, de 30 anos, relatou que ex-companheiro possuía uma arma de fogo em seu apartamento.

Os policiais então solicitaram um mandado de busca e apreensão junto ao Ministério Público e, durante buscas no apartamento do acusado, encontraram uma pistola de calibre 380, 72 munições intactas e três carregadores, além de um vidro de veneno conhecido como “chumbinho”. A arma, mesmo tendo registro de até 2028, ficou apreendida após a apreciação do delegado. Como o apartamento da vítima fica no mesmo prédio em que o do acusado, o MP vai solicitar o afastamento do agressor, de 41 anos, até que o fato seja apreciado pela justiça.

Mais do SFn