Perdi meu celular, e agora?

como-localizar-um-celular-roubado

Os smartphones, viraram mais que um simples aparelho de ligar e receber ligações, neles nós colocamos a nossa vida! São e-mails, contas em redes sociais, fotos, compromissos, anotações e etc… Mas, em caso de perda do aparelho o que fazer?

Bem, depois que o aparelho foi perdido ou roubado, não a muito que se possa fazer, mas antes que isso aconteça, podemos tomar alguns cuidados básicos que irão minimizar os estragos.

Mantenha um bloqueio no seu celular:
Todos os aparelhos oferecem a opção de bloquear o acesso por senha ou por padrão, que é aquele caminho que você faz entre os pontos para que a tela seja desbloqueada. Esse é o primeiro passo para manter suas informações seguras.

Aplicativos de localização:
Existem vários aplicativos no mercado que prometem localizar o seu aparelho e ainda tirar a foto de quem tenta acessa-lo. Vou citar o exemplo de um gratuito, mas existem outros também grátis e pagos.

Prey Anti-Theftprey-anti-theft-1371229832603_300x300

Esse aplicativo,  tirar uma foto de quem está com o seu celular roubado, além de saber a localização do smartphone. Esses são alguns dos recursos do Prey Anti-Theft. Depois de instalado no equipamento, é preciso criar uma conta. É possível buscar o aparelho visitando o site do serviço, que tem interface  em português.

No site, dá para programar o celular desaparecido para tocar um alarme ou mandar uma mensagem avisando que os movimentos daquele usuário estão sendo monitorados. A versão gratuita permite monitorar três equipamentos. Já a Home controla até dez dispositivos e custa US$ 15 (cerca de R$ 30) por mês.

Uns dos aplicativos mais usados em smartphones na atualidade é o WhatsApp, que já foi até tema de uma de nossos encontros semanais ( relembre aqui ).

Bloquear o acesso ao WhatsApp em caso de perda ou roubo do celular é fundamental, pois o aplicativo continua funcionando mesmo depois que o usuário entra em contato com a operadora para bloquear o chip. Isso acontece porque ele pode se conectar com redes Wi-Fi.

Para solucionar este problema, a equipe de segurança do WhatsApp sugere que, após o usuário bloquear o chip diretamente com a operadora de telefonia móvel, os donos dos smartphones façam um procedimento simples para garantir o bloqueio ao programa.

Passo 1. Em caso de perda ou roubo do smartphone, entre em contato imediatamente com sua operadora para bloquear o chip. Desta forma, a conta do WhatsApp não será mais verificada. Mas, ainda será necessário realizar o pedido de bloqueio do aplicativo ao suporte.

Passo 2. Envie um email para o endereço support@whatsapp.com informando seu número de celular e formalizando o pedido para desativar sua conta. Informe seu número da seguinte maneira no e-mail: +55 (Código DDI Brasil) + (Código de área/cidade) + (Seu número).

Pronto! Agora seu WhatsApp será bloqueado e seus dados e mensagens pessoais ficarão preservados. O serviço de suporte do WhatsApp responde mensagens em português porém, não informa prazo para que o serviço seja bloqueado após o envio do email. O bloqueio definitivo só acontece quando o usuário solicita o cancelamento após suspender o chip.

Até a próxima!

 



Mais do SFn

SFn