sexta-feira , 22 novembro 2019

Pesca fica proibida nos rios, lagos e lagoas de todo o estado a partir desta sexta-feira (01) Vai começar o período de Defeso da Piracema, quando os peixes sobem o leito dos rios para se reproduzir

Vai começar o período de Defeso da Piracema, quando os peixes sobem o leito dos rios para se reproduzir

Começa na próxima sexta-feira (01/11) e segue até o dia 28 de fevereiro de 2020 o período chamado de Defeso da Piracema, quando os peixes sobem o leito dos rios para se reproduzir. Nesse período, a pesca estará proibida em rios, lagos e lagoas de todo o Estado do Rio de Janeiro, assim como em toda região sudeste do Brasil, a chamada Bacia do Sudeste. A medida visa proteger os organismos aquáticos. O objetivo é evitar a não reprodução dos peixes. Neste intervalo, quem for pego pescando pode ser multado e até detido. A fiscalização será feita pela Polícia Ambiental (em nossa região pela 3ª Unidade do Parque Estadual do Desengano), assim como a Guarda Ambiental e as secretarias de Meio Ambiente de algumas cidades.

Em Santo Antônio de Pádua, por exemplo, a Secretaria de Meio Ambiente divulgou uma nota informando e alertando os pescadores, e disse que a Guarda Ambiental estará fiscalizando. Durante a Piracema, os pescadores e comerciantes são obrigados a declarar à Secretaria do Meio Ambiente de seu estado os estoques de pescado in natura, resfriados ou congelados, provenientes de água continentais. A medida também vale para frigoríficos, peixarias, postos de venda, restaurantes, hotéis e similares. As informações abrangem tanto o período de defeso – ou seja, o período em que a pesca é proibida – como também as instruções normativas que deram origem à proteção das espécies.

Mais do SFn