terça-feira , 18 fevereiro 2020

Petrobras reduz preço da gasolina e diesel nas refinarias A redução pode demorar para chegar aos postos, ou pode nem chegar

A redução pode demorar para chegar aos postos, ou pode nem chegar

A Petrobras anunciou uma redução de 3% no preço do diesel e da gasolina para as refinarias. A medida entra em vigor nesta terça-feira (14/01). Entretanto, a diminuição pode não chegar aos postos de combustíveis. Isso depende de uma série de questões, como as margens da distribuição e revenda, incidência de impostos e dos proprietários dos postos.  O último reajuste anunciado pela companhia para a gasolina foi em 1º de dezembro do ano passado e, para o diesel, no dia 21 daquele mês. De acordo com a Fecombustíveis, os valores praticados pela Petrobras são aproximadamente um terço do preço pago pelo consumidor nos postos, mas é preciso levar em conta também os custos dos biocombustíveis, impostos, fretes e as margens de lucro.

Ainda segundo a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes, os preços dos combustíveis são livres em todos os segmentos e, a Federação não interfere no mercado. Cabe a cada posto revendedor decidir se repassa o aumento de preços nas refinarias ao consumidor final, “de acordo com suas estruturas de custo”. Ainda de acordo a Fecombustíveis, para o consumidor, a redução do preço deve demorar algum tempo, porque as distribuidoras têm que gerir o estoque, estimado entre 15 milhões e 20 milhões de litros. “Só baixa o preço quando ela [distribuidora] vender o estoque que comprou mais caro”. Para chegar à bomba, deve demorar 15 dias, “porque a concorrência é muito grande no setor de revenda”, disse o presidente da Fecombustíveis Paulo Miranda Soares.

Mais do SFn