terça-feira , 22 outubro 2019

Petroleiro sofre fratura exposta em acidente na P-31 Inicialmente o trabalhador seria levado para um hospital de Macaé, o que não ocorreu em razão de uma pane no helicóptero de resgate disponível no aeroporto do município. Foi utilizado, então, o resgate de Vitória (ES)

Inicialmente o trabalhador seria levado para um hospital de Macaé, o que não ocorreu em razão de uma pane no helicóptero de resgate disponível no aeroporto do município. Foi utilizado, então, o resgate de Vitória (ES)

Um petroleiro ficou gravemente em um acidente ocorrido na plataforma P-31, na Bacia de Campos. Segundo o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), Ícaro L.S., 28 anos, estava realizando um comissionamento do sistema pós-parada (procedimento necessário após a parada de um sistema ou equipamento), utilizando uma mangueira pressurizada que se soltou e atingiu a sua perna direita. O impacto provocou uma fratura exposta abaixo do joelho. O acidente aconteceu na tarde do último dia 12. Ícaro, que é técnico de operações da Petrobrás, foi desembarcado à noite pelo resgate aeromédico e levado para um hospital particular em Vitória. Inicialmente o trabalhador seria levado para Macaé, o que não ocorreu em razão de uma pane no helicóptero de resgate disponível no aeroporto do município. Foi utilizado, então, o resgate da capital capixaba.

Diretores do sindicato acompanham o caso e tiveram informações sobre o atendimento hospitalar ao trabalhador. De acordo com o coordenador do Departamento de Saúde da entidade, Alexandre Vieira, Ícaro passou por cirurgia e se recupera bem. Outro diretor do sindicato, Tadeu Porto, embarcou na P-31 para representar a entidade na comissão de apuração. O Sindipetro-NF denuncia com frequência a ocorrência de acidentes de trabalho na Bacia de Campos. O sindicato avalia que o contexto atual de desinvestimentos promovidos pela gestão da Petrobrás agrava os riscos a que estão expostos os trabalhadores.

Mais do SFn