sexta-feira , 9 dezembro 2016
plataforma

Petroleiros de plataformas da Bacia de Campos fazem greve nesta sexta (24)

plataforma-petrobras
Fotos: Arquivo SF Notícias.

A onda de demissões de funcionários da Petrobras está deixando os petroleiros revoltados. Cerca de 30 das 45 plataformas da Bacia de Campos dos Goytacazes entraram em greve durante 24 horas nesta sexta-feira (24.07), aderindo ao movimento nacional, visando defender a manutenção dos investimentos na empresa e ir contra ao novo Plano de Gestão e Negócios que foi aprovado pelo Conselho de Administração. A confirmação foi dada por Valdick Oliveira, diretor do Departamento Jurídico do Sindicato de Petroleiros do Norte Fluminense.

“Na semana passada, cerca de 800 trabalhadores foram dispensados de uma empresa terceirizada de Macaé. Somos contra o sucateamento na empresa e queremos que os investimentos retornem, como a conclusão das obras nas refinarias do Nordeste”, disse Valdick.

Segundo a assessoria de comunicação do Sindipetro-NF, os coordenadores e supervisores de 12 das 30 plataformas em greve assumiram a função dos funcionários. Nas 18 restantes, houve paralisação geral. Unidades de outros estados, como São Paulo, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Paraíba, Ceará, Bahia e Amazonas, também estão com as atividades paralisadas.

A Petrobras emitiu uma nota, informando que houve registro de bloqueios na entrada dos empregados em algumas unidades, gerando atrasos e corte de rendição de turno. A empresa afirma que as atividades estão dentro da normalidade e que a greve não prejudica a produção, pois medidas foram tomadas de forma que seja garantida a manutenção da produção de petróleo e gás e do abastecimento do mercado.

SFn