segunda-feira , 20 novembro 2017

PM e GAECO realizam operação contra traficantes que pretendiam corromper policiais 11 pessoas já foram presas: Armas, munições e drogas foram apreendidas

11 pessoas já foram presas: Armas, munições e drogas foram apreendidas

Fotos: PM

A Polícia Militar, através da Coordenadoria de Inteligência (CI), e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público, deflagraram a operação Pinóquio, na manhã desta quarta-feira (28/12), com o objetivo de prender 14 pessoas denunciadas por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção ativa.

Os crimes foram praticados nas comunidades conhecidas como Maringá, Saco, Lagoa e Fonte, em Magé. Segundo a denúncia, durante o trabalho de aproximação entre a PM e as comunidades, iniciado em abril/2016 após o incêndio de cerca de 10 ônibus em Magé, um casal procurou os policiais militares com o suposto intuito de fornecer informações sobre o tráfico de drogas no local. O casal entrou em contato e o denunciado identificado como Thiago, vulgo “TH”, ao invés de passar tais informações ofereceu aos policiais um “acordo” por meio de um pagamento de propina semanal para que o tráfico não fosse reprimido. Esses policiais procuraram o Ministério Público e, mediante autorização judicial, passaram a atuar como “infiltrados”, recebendo a propina semanal paga pelos traficantes a fim de identifica-los. Os valores variavam de R$ 1.500 a cerca de R$ 15 mil, de acordo com o fluxo do comércio de drogas de cada comunidade.

A denúncia aponta, ainda, que o domínio das comunidades permitiu ao tráfico negociar com políticos da região um “pedágio” para que candidatos pudessem fazer campanha nos locais. Políticos locais teriam pago de R$ 2 mil a R $ 5 mil para realizarem passeatas na comunidade da Lagoa, com autorização do tráfico, descreve o documento. Policiais das Unidades do Comando de Operações Especiais (COE) – BOPE, BPChq, BAC e o GAM – apoiam a operação.

Presos com mandados de prisão:
1. Thiago dá Silva, “TH”, 20 anos;
2. Uallace Nei Souto dos Reis, “Pingo”, 33;
3. Leonardo rocha Alves, “Léo”, 54;
4. Wagner Santana leite, “WG”, 19;
5. André Santos Oliveira, “Bigode”, 42 anos.
6. Alcir dá Conceição Moreira Júnior, “Júnior”, 29; (já estava preso)
7. Lucas da Costa Athayde Xavier, “Queixada”, 20; (já estava preso)
8. Paulo Roberto Lopes dos Santos, “PL”, 29; (já estava preso)
9. Wellington Gomes da Silva, “Nego”, 31. (já estava preso)

Material apreendido:
06 trouxinhas de maconha
R$ 5.082,00 em espécie
01 celular e 03 chips
01 rádio transmissor

Resultados agregados com as Unidades do COE que atuam em apoio:

• BPChq (Lagoa/Magé)
01 preso – Alberto de Moraes dos Santos
Certa quantidade de maconha (ainda não contabilizada)

• BAC (Lagoa/Magé)

01 preso – Fabiano Silva de Carvalho
01 pistola Glock 9mm
11 carregadores 9mm

Certa quantidade de maconha e cocaína (ainda não contabilizada)


Mais do SFn